sábado, 18 de agosto de 2012

Vander Carioca e a volta da Nação Tricolor esfuziante.

POR GABRIELA SCHIEWE
PROFISSIONAIS? - Eu não sei se todos vocês sabem, mas antes de escrever sobre esporte, sou advogada. Nestes últimos dois dias estive participando de um Seminário de Direito Desportivo, na cidade de Curitiba e, mais uma vez, um assunto foi trazido à guisa, no que tange a profissionalização do atleta. 

Pode até parecer absurdo o que vou escrever agora, mas, apesar de ser um dos atletas de maior expressão desta década, em todos os esportes, Falcão não é um atleta profissional perante a lei. É muito difícil de aceitar tal fato, mas é a realidade do esporte brasileiro, em que o único atleta profissional é o jogador de futebol profissional.

VANDER CARIOCA - E, nesse contexto, após a partida esplendorosa, na noite de quinta-feira, pela Krona Futsal, seria uma atrocidade sagaz eu dizer que Vander Carioca não é profissional. Pode não o ser juridicamente falando mas, hoje, com 36 anos, o que ele realizou na vitória por 4 x 1 contra o Botafogo foi simplesmente magnânimo. A sua destreza, vontade, espírito de luta, vigor físico, desprendimento e entrega total aquilo que se propôs nesta noite, simplesmente o melhor que poderia doar ao seu time e companheiros.

Um atleta que já atingiu a sua notoriedade, foi vitorioso pelos clubes onde passou (e a seleção brasileira), não tem qualquer necessidade de provar alguma coisa. Mas ele resgatou no torcedor joinvilense de futsal o que havia ficado lá trás, fazendo a nação tricolor flamar suas vozes, reverberar suas emoções e corações palpitantes, numa só batida, Krona Futsal.

O esporte e, em particular o futsal joinvilense, pedia  um atleta desse esplendor, que não apenas executa suas funções no time, mas verdadeiramente veste a camisa e, sempre que for necessário, irá suá-la.

Vander Carioca você mostrou ao joinvilense que vale a pena torcer de forma apaixonante pelo futsal, assim como pelo JEC. A sua paixão vibrante a cada toque na bola, a cada tropeço do adversário que tenta freá-lo. Você discorre pela quadra e, inevitavelmente, atinge aquilo que é apenas questão de algum tempo: o gol.

E, mais que der repente, do homem atleta "profissional" se desvincula de toda essa capa que lhe reveste e tão bem lhe serve e, como um moleque (na sua melhor forma de conteúdo) comemora. Corre tresloucadamente pela quadra em participação com seus colegas, mostrando que, além de profissional, é nobre.

A você, Vander Carioca, eu teço os mais sinceros elogios e a mais prestosa homenagem e lhe reverencio. E só me restou, naquela noite inebriante, em que até as luzes se ofuscaram diante de seu brilho, lhe aplaudir. Parabéns! E não deixando de parabenizar o supervisor da Krona Futsal, por ter percebido este grandioso atleta e convidá-lo para se juntar às demais estrelas que aqui ja estavam, assim como ao diretor da equipe que o bancou.

NO CHUVEIRINHO - O JEC jogou na noite de ontem, fora de casa e, após 5 vitórias consecutivas, foi derrotado pelo Vitória, por 2 x 1.

11 comentários:

  1. Gabriela muito obrigado pelas palavras,me emocionou bastante e me fez ter a certeza que valeu apena todos esses anos carreira e os pouco que ainda me restam muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor dos melhores...

      TE AMO!

      Excluir
  2. Parabéns pelas sinceras palavras Gabriela, ótimo texto , realmente emocionante !
    Vamos Joinville !!!

    ResponderExcluir
  3. Vander Carioca as palavras foram inspiradas nos seus atos. Fico muito feliz por ter conseguido, um pouco, expressar na minha escrita tudo aquilo que você proporcionou em quadra. Grande vitória, de apenas mais um passo que foi dado. A cada jogo será mais uma grande batalha. Que o time continue nessa pegada!

    ResponderExcluir
  4. O Eduardo cavou cartão para não se machucar, pois tá vendido para Turquia.

    ResponderExcluir
  5. Olá Gabriela!

    Sou irmã do Vander e posso afirmar que você me emocionou demais. Com certeza ele não tem que provar nada, mas é tão nobre vestir a camisa de um time e por esse time não medir esforços...
    Esse homem(menino), assim é Vander carioca, com uma irreverência empolgante, gingado carioca, sorriso sempre no rosto e como a bola, sempre deixou na ponta dos pés a humildade e simpliscidade, isso faz dele totalmente diferente.

    Felizes e privilegiados os que convivem com ele.

    Obrigada pelas palavras, você pode escrever um livro, pos sensibilidade é uma forte característica sua.

    Sem te conhecer já te admiro.

    Um bj.

    Vanessa Ferreira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa!
      Eu que tenho a agradecer ao que o Vander Carioca proporcionou a torcida e inspirou a minha escrita neste texto, em que estou muito feliz em ter conseguido transmitir a todos a mensagem desejada.
      Obrigada também pelas palavras condecorosas.
      Uma ótima semana e parabéns pelo grande irmão que possuis que também não conheço.
      Bjo

      Excluir
  6. James Veiga Supervisor Geral Krona Futsal19 de agosto de 2012 21:58

    Parabéns Dra. Gabriela!! Um texto espetacular, e um grande reconhecimento do atleta Vander!! Ele realmente tem uma característica peculiar empolgando todo mundo!! E de muita qualidade!! Quanto a contratação, esse processo eh apenas conciliar a questão de oportunidade com o momento, e tudo isso aconteceu! A equipe esta muito qualificada em todas as posições !! Agora eh com coração !! Forte abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada James! Saber escolher as peças certas para a conexão perfeita é um trabalho que vens desenvolvendo como esmero.

      Excluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem