terça-feira, 6 de setembro de 2016

Fora, primeiro-ministro socialista. Vai para Cuba...
















POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO

Um aviso à reacionaria. O primeiro-ministro português António Costa está no Brasil, para uma visita de quarto dias. A agenda prevê até um encontro com Michel Temer, fato que gerou um certo bururu na esquerda portuguesa. É que o mundo sabe do golpe e os democratas não querem ver o presidente ilegítimo nem pintado de verde e amarelo.

Mas por que a visita merece um alerta? Ora, só trouxe o tema para avisar os reaças brasileiros para o perigo. É um risco receber um primeiro-ministro socialista, ainda mais sabendo que o seu governo é sustentado pelo Partido Comunista e pelo Bloco de Esquerda, que também se orienta por ideias “subversiventas”, como diria Odorico Paraguaçu.

Receber socialistas – ainda mais amigos de comunistas – com todas as vênias é o fim dos tempos. Fico a imaginar que esse insulto diplomático não vai passar batido aos reaças. Aliás, já estou a ver a reacionaria a preparar uma reação dura. O pessoal nas ruas com cartazes e palavras de ordem a exprimir o sentimento da gente de bem:

-       Fora socialista.
-       Costa... vai para Cuba.
-       Primeiro-ministro esquerdopata.
-       Pretalha lusitano.
-       A nossa bandeira não será vermelha.
-       Esquerdista com iPhone.

Ok... a esta altura vocês já perceberam que estou de zoa, certo (menos os adiantados mentais anônimos, porque eles são mais lentos)? Mas é apenas para dizer que vocês, reaças, são uns ignorantões e não fazem a menor ideia do que é “socialismo”, “comunismo”, "veganismo" ou qualquer outro “ismo”. E que, pela falta de leitura, não conseguir ir além da repetição de clichês néscios.

Quando a discussão pede ideias, eis o que os reaças têm para trazer ao debate: mentes fechadas e bocas abertas. Como nada entra na cabeça, estão sempre a comer moscas.


É a dança da chuva.


24 comentários:

  1. Fora socialista!

    O que vem fazer num país governado por um “golpista”?
    Quanta contradição esquerdista, hein?! Mas isto nós já estamos acostumados.

    Mudando de assunto, eu, se fosse o primeiro-ministro português, ia visitar a Dilma e pedir conselhos para a gerentona sobre a administração de fundos de pensão de estatais, tais como a Petros, a Postalis e a Previ, e aproveitaria também para pergunta-la como pretende pagar o rombo desses fundos investidos em papéis podres da Argentina e Venezuela.

    Mas como a amigona socialista tem garantida as benesses de ex-presidente, duvido muito que se importará com o desconto mensal de 17% das aposentadorias dos ex-funcionários dos Correios para pagar o rombo de R$ 5,6 bi.

    Fora socialistas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que ele foi fazer aí? Sacar o máximo de grana que puder. O Brasil está em saldo...

      Excluir
    2. Que aproveite para levar a Petrobras, Correios, Banco do Brasil, Infraero... Damos de graça! Chega de cabides de empregos para comunistas.

      Excluir
    3. Não entendes muito de empresas, pois não?

      Excluir
    4. Grande Baço, bom dia, e primeiramente fora Temer interino, que o teu golperno é desarranjo de intestino.

      Boa matéria, e não leves a mal eu postar mais uma vez meus tautogramas, mas é que tem horas que ao invés de rebater os toscos, tíbios, tísicos e torpes comentários dos coxinhas zumbis, é melhor humilhar eles de modo artístico e inteligente, por isso mais uma vez deixo alguns tautogramas/aliterações em resposta ao Anônimo das 8:59 e das 9:47.

      Revoltados reaça-raivosos robotizados das redes

      Revoltados raivosos, revoltados ranzinzas, ranhentos, remelentos, ao relento resmungando, rosnando, rugindo, relinchando.

      Revoltados, revoltadinhos roboticamente, raciocinam (?) retardadamente, roboticamente, raramente riem, ruidosamente rugem, rotos rasos, rasgam ruídos, regurgitam reles raciocínios raivosos.

      Revoltados recalcados, raivosamente rosnam, robôs remotos, roubam, raptam, rígidos, requerem Rebordosa de 64 (raramente raciocinam, rarissimamente refletem), rogam rusgas, rosto em rugas, realmente reacionários (racistas)!

      Revoltados robóticos, rugem roucos, ridículos revoltados reaça-raivoso robotizados das redes, riquinhos repulsivos repugnantes, raramente respeitam: retornem rápido aos ratos rotos, revoltosa rês remoída; reles revoltosos rancorosos!

      Rasgando regras, responsabilidade, reputação, reflexões, revoltados revoltadinhos revoltosos da rede, robôs roboticamente sob remotas regras, remelentos, ranhentos, ranzinzas, rançosos, roucos reacionários rosnadores, requerendo regredir, repetir repressão, rotular, reprimir.

      Raro revoltados reaça-raivosos robotizados das redes, rádios, retransmissoras, repensarem, reiteradamente, repetidamente roncam reacionarismos repelentes; pra rua, rarefeitos ralados, rasgados, reles resposteiros em ruínas!

      Caro Coxinha

      Caro coxinha, cujo cérebro cheio com cocô, clamas, conclamas, choras, choramingas contra comunistas, contra carmesins; contudo calas como criança com calça cagada contra criminosos com crime de colarinho claro, contra corruptores com carteira cheia com cifrões, com cheques com centenas de cifras; calas constrangedoramente contra construtoras corruptas, contra comunicadores de canais, cínicos, contra chefões corruptores com concessões de comunicação; calas contraditoriamente contra candidatos capitalistas corruptos, contra congressistas capitalistas corruptos, contra certos Cunhas corruptos (Aécios, Eduardos, Cássio Cunha Lima); calas cinicamente contra criminosos cruéis caçadores de comunistas, contra combatentes, cabos, comandantes, coronéis criminosos cometendo crimes cruéis contra comunistas; calas covardemente contra coronéis conservadores chefões corruptos com chácaras colossais, coronéis campesinos cheios com campos de cultivo, criadores coronéis com criações com cinquenta ao cubo , cem ao cubo, cinco centenas de criaturas cujas carnes consumidas comercializadas, em cidades, continentes, contra coronéis capitalistas covardes cerceando, cercando comunidades carentes, contratando crianças carentes; calas cabalmente contra comunicadores charlatões crentes conservadores contemporâneos (com cabeças Cretáceas) comandando com cabresto cordeiros crédulos, confiscando cheques, contas correntes, cartões com crédito, centenas e centenas de cifras; calas constantemente contra colegas coxinhas cínicos, corruptos, crápulas, canalhas, covardes cometendo com computadores crimes cibernéticos, contra cidadãos comuns, comunidades carentes.

      Clamas, choramingas, compulsivamente contra Cuba, contra cubanos, contudo conheces Cuba? conheces culinária, comidas, costumes, comunicações, colégios, cidadãos, cultura, canções, construções cubanas? conheces crianças, cidadãos, cidades, capital cubana? conheces coisinhas, comentários caducos, confusos.

      Excluir
    5. Na boa. Acho que vou propor o teu nome para "tautogramista" oficial do blog.

      Excluir
    6. Grato, Baço, me sinto honrado. Também pode ser "aliterador", já que aliteração é sinônimo de tautograma. Gosto de fazer poesias, e os tautogramas/aliterações são fáceis pra mim. Admito que me inspirei parcialmente em algumas músicas do Humberto Gessinger, dos Engenheiros do Hawaii, banda que gosto muito e imagino que tu tenhas conhecido aqui em tuas andanças no Brasil.
      Saudações, aliás só pra provocar certas figuras, PT Saudações pra ti!

      Excluir
  2. “Afastar-se em absoluto das questões políticas internas que conduziram à destituição de Dilma”. Até porque são questões de cunho SOBERANO e legal, que não dizem respeito à países democráticos, somente às ditadurazinhas de meia-tigela, como Venezuela e Cuba, além de repúblicas bananeiras, como Honduras e Bolívia. Lembrando que o Brasil não se meteu na destituição pela esquerdalha portuguesa do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

    Eduardo, Jlle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até porque a esquerdalha portuguesa destituiu o ultradireita Passos Coelhos através de eleições democráticas, né? E por que, ao contrário do Brasil, a gente aguentou o cara por todos os quatro anos de mandato sem sequer pensar em golpe. Ah... esqueci e respondi. Sorry, Clóvis.

      Excluir
    2. Me conta aí, o que tu sabes de Honduras, Bolívia, Cuba e Venezuela? Já viajaste por esses países? Foste lá conhecer pontos turísticos, experimentar a comida local, conhecer a cultura deles, programas de televisão desses países, morar algum tempo em todos eles? Aliás, quanto tempo tu oste morar nestes países, quais são as maiores cidades desses países, as capitais deles (a Bolívia sei que é La Paz, de Cuba é Havana, da VENEZUELA é Caracas, de Honduras neste momento não me lembro, mas creio que tu falas desses países como se os conhecesse mas na verdade nem sabe quais são suas capitais). Se bobear tu não sabes nem quais são as bandeiras desses países e alguns deles tu mal sabes onde ficam.
      Quando tu souberes responder essas perguntas simples, souberes também quais são os presidentes e líderes deles, os principais produtos, tiveres vivido algum tempo neles, aí venhas falar em Cuba, Venezuela, Honduras, Bolívia, senão só vais mostrar que é 1 imbecil querendo se passar por esperto, ou como o Baço disse numa matéria antiga acho que no jornal A Notícia, tu és 1 daqueles sujeitos que diz ser da inteligentsia mas na verdade tu fazes parte da burritsia.

      Excluir
    3. Ô Guilherme, vá pentear macaco!

      Eduardo, Jlle

      Excluir
    4. Nossa, Guilherme, esse argumento é muito convincente. Acho que pegou o tal Eduardo com as calças na mão.
      Duvido que ele voltará a se meter com gente entendida como você e o Baço.

      Excluir
  3. Meu Deus, Baço, você deve se divertir muito com os anônimos. Aliás, acho que os Anônimos que aqui postam comentários deve ser um grupo de pessoas (grupo não, talvez uma cultura de laboratório) que se reúnem para tentar organizar algo parecido com análise de realidade. Esse "grupo" deve ser o mesmo que apóia a idéia daquela vereadora para transformar as escolas em criadouro de amebas e autômatos como eles. Fico triste porque, apesar de tudo, ainda considero o debate de idéias importante, a diversidade de pensamento. Fica muito fácil falar de corrupção e cabides de emprego, quando esses anônimos estão bravos porque perderam espaço nas suas vantagens nos últimos anos. Os anônimos, do meu ponto de vista são pessoas passionais, onde a emoção embota a razão e esses rompantes histéricos não passam de manifestações primitivas de um organismo que, espero, um dia consiga evoluir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim. Acho que é gente que não quer gastar dinheiro com psicanalista, mas também não quer dar 10% para a igreja do Edir Macedo. Então vem fazer as suas catarses aqui. Aturar esse pessoal, sempre digo, é o meu serviço público. Resumindo, acho que são masoquistas. Eu destrato, destrato, destrato... mas eles voltam sempre.

      Excluir
    2. Camargo, seguinte:

      Se és funcionário público, sugiro que trabalhes, pois estamos pagando o teu salário;

      Se és aposentado como servidor público, espero que não sejas pela Previ, Funcef, Petros ou Postalis, senão estarás F...;

      Se fores sindicalista podes escrever bobagens à vontade, porque vocês não prestam para mais nada.

      Excluir
    3. Caro Anônimo (me sinto falando com "cabeças ao vento" ou fantasmas sem nome) sou funcionário público sim, não sou bandido nem corrupto e se queres saber trabalho muito mais do que ganho porque acredito que a população que me paga, como voce diz, merece um trabalho de qualidade, muito diferente dos anônimos que têm cargos comissionados ganham muito mais do que eu e só estão preocupados em reeleger seu padrinho político e a população que se dane. Com esses você deveria se preocupar, esses são os verdadeiros inimigos da sociedade porque os gastos com eles, que são muitos, prejudicam de maneira importante a dotação orçamentária que deveria estar sendo investida em educação, saúde e segurança, para usar o jargão que todo mundo usa. Não foram poucas as vezes em que investi meu próprio dinheiro para a execução de trabalhos parta benefício da população, esta que me paga, como você diz. Agora digo que, como Anônimo, não consigo perceber o mínimo de consistência ou conteúdo no teu discurso, porque fica parecendo palavras de ordem incutida em mentalidades frágeis manipuladas por uma casta de poderosos que não querem largar o osso e, assim impedem a evolução de nossa sociedade. Digo evolução porque esse raciocínio dominante está tão cimentado que não proporciona um avanço nas velhas políticas sejam elas comunistas, socialistas, democráticas ou monárquicas tão ansiosas por uma ressuscitação. Quando posto meu nome e minha função num comentário meu, não fico dentro do armário e posso ser visto e podes verificar meu trabalho como servidor. Faço este convite. Ah, me esqueci, você é Anôminimo. Como tem muitos anônimos por aí, e não sei se são muitos ou poucos ou nenhum, sugiro mudar para Sombra, ou "Garganta Profunda". Hehehehe. Bom feriado.

      Excluir
  4. Puta merda, acho que deveríamos declarar guerra a Portugal já....kkkk

    ResponderExcluir
  5. KKKKKKKKKKK...O Baço é o meu "Pokatestafavoritum"! Me divirto aqui!

    "A esquerda agoniza!" (entre aspas, pode?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabes por que eu publico os teus comentários, certo?

      Excluir
  6. Esse anônimo deve ter como razão de viver ficar destilando seu ódio de classe no Blog. Certamente sonha em um dia poder escrever no Blog. Como já comentei em outra postagem. Freud explica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ódio de classe" viralizou na boca de esquerdista... O sujeito não se presta nem a ler os comentários. Larga direto um "ódio de classe" e se sente o Foucault.

      Excluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem