sábado, 24 de setembro de 2016

Darci de Matos: indústria 4.0 está chegando

















POR DARCI DE MATOS

O avanço tecnológico da humanidade está acontecendo a uma velocidade crescente nos últimos 200 anos. Hoje, um operário que não se recicla ao longo de sua vida profissional corre o risco de perder o emprego mais rapidamente. Grande parte disso acontece por causa da informática. E a maior novidade nesta área já tem um nome: indústria 4.0. 

A explicação está ligada às etapas desta revolução: a primeira aconteceu com o uso do vapor para mover as máquinas de produção; a segunda com a produção em massa com ajuda da eletricidade e a terceira com a introdução da robotização. A quarta ainda é um conceito, mas pretende mudar completamente a rotina do chão de fábrica.

A indústria 4.0 engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. Os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis. Com as fábricas inteligentes, novas formas aparecerão na elaboração de produtos manufaturados.

Neste mundo supercompetitivo quem não se adequar aos novos tempos corre o risco de desaparecer. Joinville é o terceiro maior polo industrial do Sul do País e há necessidade da cidade estabelecer planos para 2050. Não basta apenas a empresa decidir se adequar à nova realidade. Em primeiro lugar há que se pensar na formação da mão-de-obra. E aí temos que trazer o ensino para o século 21. As avaliações do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) mostram que o nível de aprendizagem dos estudantes está muito abaixo do recomendável. Este gargalo prejudica enormemente a indústria que vai contar com tecnologias de alto nível que exigem conhecimento profundo.

Portanto, o gestor que quiser manter a cidade no rumo do progresso deve interagir com os empresários para oferecer condições propícias para o seu desenvolvimento. O crescimento econômico interessa a todos. Por isso, a comunidade deve se preparar para a revolução da indústria 4.0. Uma mão ajudará a outra nos preparativos para as mudanças que se anunciam.
 
 Darci de Matos é deputado estadual e candidato a prefeito

Um comentário:

  1. A Fundição Tpy já pensava nisso nos anos 60, quando criou a Escola Técnica.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem