segunda-feira, 2 de abril de 2012

A tolice é o meu país

POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO
Um dia destes recebi, por e-mail, uma mensagem a divulgar o tal movimento “O Sul É o Meu País”. Cuma? Gente, eu era capaz de jurar que a coisa já não existia. É o tipo de tolice que tem prazo de validade e neste caso esse prazo já venceu faz muito tempo.

Fui dar uma olhada na internet e vi que o cadáver ainda se debate. Acho que é um típico caso de alma penada: é quando o defunto não sabe que morreu. Aliás, parece que este nasceu morto. Mas o movimento até é seguido por uma meia dúzia de muares pingados. Não surpreende. O discurso é capaz de seduzir pessoas com atrapalhação mental.

Os caras falam em “autodeterminação do povo sul-brasileiro”. Mas quem é o povo sul-brasileiro? Eu, por exemplo, acho que não posso ser incluído nessa elite. Não sou loiro. Não tenho olhos azuis. A minha pele tende para o escuro (devo ter ascendência moura). E o meu sobrenome tem poucas consoantes, o que me impede de tentar passar por alemão. Desculpem, não é alemão.... é “sul-brasileiro”.

Ok... não quero ser injusto. É óbvio que não podemos esquecer as raízes europeias desse novo país. Vocês já viram a bandeira? A cor é um azul igualzinho ao azul da bandeira da União Europeia. Mas tem apenas três estrelinhas que representam o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Faz sentido. Tem uns caras que nascem e crescem no Brasil, mas juram que são europeus.
A bandeira "europeia" e uma peça de propaganda
Se eu bem entendi, os tipos querem fechar a porteira e dificultar a entrada dos outros brasileiros – imagino que os nordestinos em especial. É que essa gente lá de cima não quer trabalhar e só vive na teta. As gentes obreiras do sul trabalham e pagam impostos (são os grandes impulsionadores do PIB nacional), enquanto aqueles vagabundos só querem mamar. Não é assim, mas é uma ideia fácil de engolir.

Mas será boa ideia transformar as divisas em fronteiras? Imaginem, leitor e  leitora, as chatices de uma viagem para São Paulo, por exemplo. Não vamos esquecer que São Paulo continuaria a ser Brasil e para entrar lá seria preciso ter um passaporte. Outra coisa. Para fazer compras a gente teria que comprar reais. Aliás, o novo país precisaria de uma nova moeda. E eu até tenho um nome para sugerir: sulreal.

DE REPÚBLICA EM REPÚBLICA - Não sei se essa coisa de autodeterminação é boa ideia. Numa rápida incursão pela internet, descobri que teríamos a união da República das Araucárias, da República Juliana e da República Rio Grandense. Mas você, leitor e leitora, acha que essa tal união podia durar? Duvido. Sou capaz de apostar que logo esse pessoal estará a pregar a segregação. Afinal, as idéias separatistas estão no código genético deles. Já imaginaram como seria esse novo país em pouco tempo?

Os gaúchos iam começar a falar em autonomia, porque contribuem com a maior parte do PIB, enquanto os catarinas - esses vadios - só querem saber de praia. Os paranaenses iriam exigir que a capital fosse em Curitiba e não haveria um acordo (nem dentro do Paraná, porque Londrina era candidata a capital e acabaria por pedir a separação). Os catarinas, por seu lado, iriam começar a falar em fechar as fronteiras do sul, por estarem fartos de tantos CTGs no seu território.

E o que aconteceria conosco, aqui na República Juliana? Eu, para começar, faria uma proposta: Joinville deveria começar um movimento para se separar de Florianópolis. Porque a maior cidade do Estado – onde está quem realmente produz – não pode ficar sustentando aquele monte de gente da capital, que em vez de trabalhar pendura o paletó na cadeira e vai para a praia folgar.

E de separação em separação a gente chegaria ao momento ideal: cada
quintal seria uma república. Não é legal?

100 comentários:

  1. Você foi genial ao nomear uma moeda. Sulreal foi o melhor do texto.

    A propósito, acho também a ideia uma tolice. Isso é coisa de gente nazista ou xenófoba.

    Embora eu concorde que Estados menos desenvolvidos devam receber parcela maior de recursos federais do que os já desenvolvidos (afinal, somos uma União, uma Federação), também acho que a divisão é por demais desproporcional.

    Por que esta gente não luta por um novo pacto federativo? Por mais autonomia entre os Estados?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por isso que o grupo luta. Por mais autonomia entre os Estados, por um novo pacto federativo! HOJE, atualmente, não lutam pela SEPARAÇÃO do Brasil.

      Excluir
    2. Isso que dá falar sobre algo tão delicado e profundo com pouca informação sobre o assunto. É por mais autonomia entre os estados e por um novo pacto federativo que lutamos! E eu não é de gente preconceituosa que é feito esse movimento... pré-conceito é o que eu estou lendo aqui.

      Excluir
    3. Sério que levas esse movimento a sério?

      Excluir
    4. 2000000 de tranalhadores

      Excluir
  2. Quanto este aparentemente grave entrave para a ideia, que é o fato da criação de uma nova moeda, a solução é fácil.

    Basta não pensarmos pequeno, oras...

    Vamos separar o resto do Brasil do Sul, só isto.

    Assim, ficamos com o real e com nosso modelo econômico. Eles é que se preocupem em criar uma nova moeda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LOL! não pude deixar de rir do comentário "Assim, ficamos com o real"...obviamente não funcionaria desta maneira.

      Excluir
    2. É uma ótima ideia essa de separar o resto do Brasil do Sul. Isso se sobrar algum resto nesse Brasil de tantos mensalões e propinas. Ei ficaria muito feliz se esse resto se separasse. Assim terminaria nossa luta.

      Excluir
  3. Se for para virar país, eu quero o Jorge Bornhausen como presidente. Afinal, o sujeito é um democrata, não é mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero curtir esse comentário

      Excluir
  4. E eu quero o LHS como vice! Ahahahahaha, piadinha de segunda-feira, gente! Foi mal...
    Joãozinho

    ResponderExcluir
  5. E o Jordi? Se diz espanhol ou catalão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nasci na Espanha e tive ainda a sorte de faze-lo em Barcelona.

      Excluir
  6. Certeza o melhor do texto, a nova moeda: sulReal, kkkkkkkkkkkkkkkkk

    A bandeira da UE também bem bolada, condizente com os que defendem a idéia.

    ResponderExcluir
  7. Depois do sulreal como moeda, a afirmação de Bornhausen como democrata foi bem engraçada. Esse blog entrou abril como humorístico! :D

    ResponderExcluir
  8. - As estrelinha siginifica o numero de neurônios dessas cabecinhas que apóiam a separação.


    - Alguns antigos ainda tem essa mentalidade de " levar o NE nas costas " (ui!)

    Nos últimos anos a distribuição de renda, a expansão da rede de energia para o interior e abertura de novas empresas no NE a lógica se inverteu são os nossos irmãos do NE que estão "levando o SE e Sul nas costas." (afe!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Credo... IBGE fazendo cálculos errados então... Kkkk

      Excluir
  9. Meu vizinho gaúcho é separatista, mas o parceiro baiano dele já disse que só se separa no litigioso.

    ResponderExcluir
  10. "As estrelinha siginifica" é fogo...

    E ainda vem escrever sobre falta de neurônio... cade a censura deste Blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anonimo contrariado ( separatista ou bairrista?) confunde erro de digitação com erro de português :O

      Você deve ter dois né?

      Excluir
    2. Ah ! Censura para erro de portuugês ?

      Ou achas que criticar esses separatistas tem que ser censurado ?

      Então o post nem deveria ser publicado, não é ?

      Tu tem um nerônio só filho

      Excluir
    3. "As estrelinha siginifica" é fogo..." (2)

      Excluir
    4. "anonimo contrariado ( separatista ou bairrista?) confunde erro de digitação com erro de português"

      Eu teria vergonha ao escrever uma "lorota" destas...

      Excluir
  11. De um amigo meu, alemão de Bremen e morador de Frankfurt: "I've mixed feelings about those Germans who left Germany to South America"...

    Do que é mesmo que essas famílias de ascendência alemã estão falando mesmo???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu tenho sentimentos estranhos em relação aos Alemães.

      Excluir
    2. Luciana,

      Ao que parece, este seu amigo é um grande babaca.

      Seria ele um "ariano"? A descendência dele é das tribos germânicas originárias?

      Origem moura ou alguma outra não "nativa" é que não deve ser não é mesmo?

      Eu não tenho origem e sobrenome alemão, mas sei que este tipo de pensamento do seu amigo já causou milhões de mortes em muitas guerras.

      Excluir
    3. Tem um cara aqui no Blog que critica o Clóvis por ter saído de Joinville.

      Imagino que alguns Curitibanos também sintam este "mixed feelings about" o Clóvis por lá...

      Excluir
  12. Joinville, cidade industrial, hehehe...Daí a separação seria litigiosa aqui pela terrinha tb...

    ResponderExcluir
  13. Aqui em em Santa Catarina, a separação tb seria litigiosa com Joinville...hehehe

    ResponderExcluir
  14. O pessoal de Joinville que apóia o movimento só esquece uma coisa: Joinville vai virar o Nordeste. Aí virá outra onda: o Sul do Sul é o meu país. Vão se f....

    ResponderExcluir
  15. O pessoal de Joinville só esquece uma coisa: no novo "país", Joinville é Nordeste. Aí virá uma nova onda: O Sul do Sul é o meu país. Ah! Vão se f....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Peters. Pelo jeito você entendeu o texto.

      Excluir
  16. Se nesse tal novo país tiver PT, soy contra!

    ResponderExcluir
  17. Se nesse tal novo país o Bornhausen for presidente e o LHS vice, certamente não vai ter PT. E tão pouco democracia.

    ResponderExcluir
  18. O NOME DA MOEDA DO SUL É O PILLA TCHE !!! ESSA É A MOEDA !!!

    ResponderExcluir
  19. Sei não...
    A idéia até que parece mais ou menos.
    O Brasil é muito grande e péssimamente administrado em todos os níveis - municipal, estadual e federal.
    Vai que diminuindo facilita as coisas...
    O problema é o frio daqui e ter que tirar passaporte para ir para as praias do norte - aliás as do Paraná são verdadeiras fossas com ondas - e olha que sou paranaense.
    E em termos de bornhausens, malufs, collors, sarneys et catervas não vejo lá muita diferença...
    Bom para mim. Moro no Vale do Ribeira. Isso aqui ia virar fronteira e eu poderia faturar uns trocados como "coiote", ajudando cariocas e paulistas a entrarem aqui ilegalmente

    Brancaleone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse entendeu o movimento...

      Excluir
  20. texto pobre e sem fundamentação dando margem a comentários mais pobres ainda, pura merda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo... Em gênero, número e grau...

      Excluir
  21. Falam em República Juliana, Rio Grandense, e esquecem do Paraná. Todos os três Estados que lutam por um novo País, têm a ideia de Ordem e Progresso, diferente do que a bandeira do restante do País leva. Catarinense não é vadio. Curtimos praia sim, temos dinheiro, temos educação, vamos curtir. E não te mira por meia duzia, te mira nos grandes líderes que temos, que conseguimos fazer uma movimentação que é expandida internacionalmente. Competência, trabalho, dignidade, certeza em uma nova Nação. Quando subo no mapa pra viajar pra outros lugares, observamos que é um outro mundo, com outra ideia. Respeito bastante o resto do País, porém não me sinto agradável em ser manipulado pela mídia, por saber que quando falam em brasil, vem a imagem do cristo redentor. E por outros fatores. Olha, quem é do sul, sabe exatamente o que to falando. Enquanto um Sulista escuta Led Zeppelin, o resto do país estuda Michel Teló. Triste!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou catarina também e concordo contigo, basta que quem não conhece viaje para o sul e vão perceber a diferença, terão a impressão de estar em outro lugar, lá no sul acordamos de madrugada como tantos outros brasileiros do restante do país. Trabalhamos iguais a burros de carga, brigamos de verdade pelos nossos direitos e não ficamos escondidos atrás de favoritismos políticos, e na região sul do país não tem só "alemão" como já disseram, existem muitas nacionalidades que vieram para o sul a fim de colonizá-lo e não estuprá-lo com a exploração, a maior parte das pessoas fugiam de guerras e outras mazelas, vieram para o Brasil com a promessa de uma vida melhor e se instalaram no sul afim de colonizá-lo e tornar o lixo que era em um lar, tenho ascendência portuguesa, bugra, alemã e italiana. Então por favor respeitem a opinião de quem é do sul e nasceu lá!Conhecemos a realidade e sabemos como é atualmente moro no Pará, e me gosto daqui, mas pretendo levar minha família de volta ao sul!

      Excluir
  22. Que bom, se é uma tolice e ainda assim lhe fez escrever pouco mais que 600 palavras, ou não tens nada de útil a fazer ou realmente lhe incomoda Sr. JOSÉ ANTÓNIO BAÇO. Pois BEBAM O RIO IPIRANGA, e continuem pagando pau para estrangeiro!!!

    ResponderExcluir
  23. Affs! A Maioria dos Sulistas são contra a separação!! -.-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito pelo contrário, só para você ter uma ideia, mais de 50% do sul é a favor, e só nas pesquisas feitas especificamente no Rio Grande do Sul, na maioria dos municipios, não houve, por classificação de porcentagem contra/pró nenhum unanimidade contra, e ao paraná e santa catarina as porcentagens também foram unanimes a favor em detrimento dos contras.

      http://jornalistaandrade.blogspot.com.br/2012/12/maioria-dos-sulistas-deseja-separacao.html

      Excluir
    2. Quanto preconceito numa só postagem,mas cada um escreve o que quer em seu blog,mas eu sou de descendência indígena e alemã,por parte da minha mãe,e italiano e caboclo por parte do meu pai,e não vejo nenhum preconceito contra estados,o basta é de Brasília mesmo,lá está a farra,e eu tenho neurônios sim,e por tê-los respeito a sua opinião,embora meio desenformado,mas estuda bem as causas do movimento sulista,ae você pode fazer uma outra postagem

      Excluir
  24. cara muita coragem de chamar nos catarinenses de vadios!nos somos um dos unicos Estados Que nao existe miseria!!!!!!!! seria nos os vadios que nao temos fome ou seria nos os trabalhadores que lutamos todos os dias para sobreviver e ter o que comer e de oferecer aos nossos filhos?

    a opiniao de cada um e igual a bunda! cada um tem a sua, e eu nao tou nem afim da sua bunda!!!!!!

    falou! cara respeita para ser respeitado!

    ResponderExcluir
  25. Pelo número de comentários me parece que o assunto incomoda muita gente. Talvez o Renam, aquele, o presidente do senado.

    Quanto ao que o autor do texto diz: "...Afinal, as idéias separatistas estão no código genético deles".

    Meu caro, já contaste quando micro estado existe entre Maranhão e Bahia? São sete!!!! E nós e quem somos os separatistas?

    E se é pra ofender, então vamos ofender... Quanto ao catarinense ser vagabundo. Prefiro ser um vagabundo que paga as próprias contas com o trabalho do que prostituir os próprios filhos para poder pagar a cachaça.

    Quanto a nos acusar de racistas, respondo que os afrodescendentes do sul não querem ser afrodescendente do norte, é simples meu caro.

    Ps: Não estou certo ainda se quero ver nascer esse novo páis, contudo, o distrito federal me da NOJO e me faz lembrar deste DEFUNTO (nas palavras do autor do texto) como minha única esperança, afinal me parece mais fácil ressuscitar um defunto que ver o distrito federal representar seu povo.

    Fora Renan, eu sei que tu gosta do PUDÊ PRA PODER PUDÊ O POVO!



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O dia que nós catarinas formos vadios eu tiro o meu chapéu! quem escreveu o artigo é provável que nem conhece o sul e fala besteira, ele deve ser um destes que só mamam no DF e espera o bolsa qualquer coisa ser lançado para não ter que trabalhar!

      Excluir
  26. Viva o Sul Livre!!!!

    ResponderExcluir
  27. Sou a favor de federações como nos EUA. Cada estado controla suas leis e renda gerada. Os empréstimos para os outros estados seriam negociados de estado para estado. Tudo "gerenciado" por um presidente...de preferência, não do PT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não gostas de alguém do PT? Podes escolher: Richa, Sartori ou Colombo. E ficas bem servido.

      Excluir
  28. Os críticos são sempre os mesmos intelectuais preconceituosos e nacionalistas que se fazem de desintendidos chamando o movimento de racista para que os desavisados satanizem o movimento. Se é tão sem importancia assim porque perdem tempo com o assunto? São pessoas que preferem ver um povo afundar na lama do que mudar a realidade. E nós que somos os maus!

    ResponderExcluir
  29. Se vc conhecesse o movimento, não estaria falando tanta besteira, li sua matéria e te digo é contra este tipo de idéias que também lutamos.
    Somos pacifistas, repudiamos todo e qualquer tipo de descriminação e preconceito.
    Te convido a conhecer nosso movimento, e depois fique a vontade para critica-lo se for o caso.

    Movimento o Sul é meu País-Maringá-PR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Movimento o Sul é o Meu País - Curitibanos SC

      Excluir
    2. Nenhum fascista é pacifista...

      Excluir
    3. Curitibanos ficaria bem de capital. Ficaria conhecida como a capital que começa com Cu e acaba com Anus.

      Excluir
    4. O fascista aqui és tu. Pois enquanto os turistas estão aqui aproveitando a praia nós Catarinas vadios estamos trabalhando e arrecadando impostos para voltar menos 20℅... Muito justo né?

      Excluir
  30. Santa Catarina é o estado mais amado do Brasil.Separa a gauchada do resto do Brasil. :)

    ResponderExcluir
  31. nos sulistas cançamos de ver tanta corrupçao queremos o fim disso com uma nova republica queremos a emancipaçao do brasil p q as geraçoes futuras n passem por isso queremos o melhor para nossa populacao ningem aqui é xenofobo longe disso issoja causou guerra e assassinato em massa nos queremos paz..p isso devemos nos separar...viva o sul livre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CanÇou de corrupção e quer separar o sul? Bom, um começo seria eleger o Beto Richa para presidente, que tal?

      Excluir
  32. sem o sul o brasil n anda por isso n aceita a separaçao dependem de nos....

    ResponderExcluir
  33. Sr. José Antonio Baço

    A sua ignorancia assusta, mas como a democracia é a regra temos que respeitar a opinião de todos inclusive a dos ignorantes. Fique com sua opinião, e já que se deu ao trabalho e investiu tanto tempo em escrever este texto, poderia investir melhor seu tempo e estudar a história, e entenderás então o porque do movimento. E só poderás emitir opiniões e se ainda assim fores contra, sejas muito feliz com seu maravilhoso Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é anônimo. Vou estudar história...

      Excluir
  34. Não é previlégio dos estados do Sul quererem separar do Brasil, no nordeste tem um movimento fortíssimo separatista, querem sair do Brasil.Por outro A Espanhã também tem movimentos seculares separatistas, Os Catalões (um abraço ao Jordi) e os Bascos com a famosa equação 3+4= 1 Pais e tantos outros movimentos separatistas pelo mundo, dentro da própria União Soviética, na India Caximira e ai vai. Vantagens e Desvantagens, quem ganha e quem perde? O que ganha e o que perde cada parte. Recentemente houve a separação dos arquitetos do Crea fundando o CAU e isso estou acompanhando houve perdas e ganhos mas foi um fato sem retrocesso e embora com perdas os Arquitetos (minoria) estão satisfeitos por serem agora donos de seu destino sem as cobranças cartorarias que havia e falta de dialogo. Isso acabou, talvez seja isso que os estados do Sul queiram para seu povo coisa que não esta acontecendo hoje no Brasil.

    ResponderExcluir
  35. Um jornalista lixo que nem ao menos mora no Brasil, faz piada de tudo e de todos, quer se dono da razão. Sem respeito, sem caráter e nem um pingo de democracia.
    Acusações levianas de racismo, xenofobia, sem moral mesmo. Esse tipo de pessoa teve um trauma de infância e a gora quer se vingar de tudo com a língua podre. Acho que a ideia dele é essa mesmo ganhar audiência, pena que com material lixo, tamanho é o esgoto que sai da sua boca. Infeliz, imoral, sem caráter, agora entendo o porque da censura contra imprensa, é lixo como você que difama a classe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor é que faltou com respeito? Sugiro que releia seu comentário.

      Excluir
  36. Um bando de adolescentes com estórinha de separatismo, somado a doenças psiquiátricas psicóticas geram esses sulistas…não devem nem trabalhar, ficam o dia inteiro prostrados no quarto com ideias de passarinho, e acham que tem o direito de reivindicar alguma coisa.
    Quando crescerem e levarem uma surra da vida ou quando recobrarem o retardo mental vão entender que as causas dos problemas sociais são bem mais complexos…

    ResponderExcluir
  37. Qualquer um que concorda com a opinião desse blogueiro (inclusive ele próprio), deve ser um nordestino que:
    - Vive as nossas custas (e não adianta discordar. É só ver o quanto esse governo sujo tira de $$ do sul para repassar a esses "estados" do nordeste);
    - Possui um péssimo nivel cultural (pablo, funk e outros lixos acústicos);
    - Não respeitam sequer as leis de trânsito;
    - Não consegue ao menos separar o lixo e por isso jogam nas ruas.
    - Enfim vivem em uma sociedade onde as leis não funcionam e a única coisa que fazem além de receber os auxílios sociais do governo, é explorar os turistas que vão conhecer as suas praias.
    - E tantos outros péssimos hábitos que, para nós do sul são repulsivos, afinal NÓS TEMOS EDUCAÇÃO desde a infância.

    Nesse caso eu entendo que vocês sejam contra a separação da "Europa com a África", pois todo mundo tem ciência do quanto o Norte e Nordeste deixarão de receber com a separação desse povo superior do sul.

    O SUL É MEU PAÍS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idiota. Eu sou europeu e vivo na Europa. E acho que és uma mula. Porque nós, europeus, não gostamos de fascistas como tu.

      Excluir
    2. É difícil entender a opinião de alguém que nem ao menos mora no Brasil. Não é brasileiro e nem mora aqui, não tem como conhecer a história das pessoas que fugiram da Europa por causa de guerras e violência. No sul temos muitas etnias: italianos, eslavos, alemães, japoneses, judeus, israelenses, espanhóis, portugueses, africanos etc. Meus avós vieram para o Brasil em navios, fugindo da guerra, chegaram aqui no meio do mato, sem nenhum tipo de estrutura. Construíram tudo com muito trabalho, muita fome, muita dor mas resolveram tentar a vida em um lugar teoricamente melhor. Fizeram tudo o que podia e prosperaram! Sr. Baço gostaria que viesses ao Brasil conhecesses a realidade dos vários lugares! Acredito que mudaria senão a sua opinião ao menos os seus argumentos, não acreditam que sejam concretos!

      Excluir
    3. Ora, mas pela tua lógica, eu, que sou europeu, não devia ser superior a ti?

      Excluir
  38. Anonimo 11:53. provavelmente sua educação na infância foi durante a Alemanha Nazista, seu xenofóbico idiota.

    ResponderExcluir
  39. De onde venho, reivindicar autonomia não é ser xenofóbico. Pra quem escreveu esse texto, te convido a conhecer minha amada Curitiba, e em seguida, o resto do Brasil. Vai entender esse sentimento engasgado em todos os sulistas que querem o Sul autônomo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provincianos metidos a superiores...

      Excluir
    2. Andre, a sua amada Curitiba, capital do Paraná, o estado governado pelo Beto Richa? Eu conheço, moro aqui, gosto daqui, e quero continuar sendo brasileiro.

      Excluir
  40. De onde venho, reivindicar autonomia não é ser xenofóbico. Pra quem escreveu esse texto, te convido a conhecer minha amada Curitiba, e em seguida, o resto do Brasil. Vai entender esse sentimento engasgado em todos os sulistas que querem o Sul autônomo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez nem você conheça Curitiba direito. Publicou duas vezes pq?

      Excluir
  41. O seu José se acha o sabido e não é loiro. Um pouco de razão eu não tiro dele, ele não deve ser daqui do sul e nem deve saber da discriminação que sofremos por Brasília, enquanto a Bahia tem um retorno de 60 % dos impostos o RS 24%, sem falar que nosso povo já esteve separado pela Revolução Farroupilha por 10 anos pelos mesmos motivos: Discriminação e altos impostos Como país autônomo em 10 anos estaríamos a nível de primeiro mundo. Isso pra muitos é vistos como burrice. Perguntam a os novos municípios quanto eles cresceram após se separarem? Loiro deve ser aqueles que acham dificuldade em tudo e ficam estagnados em seu casulo e pela preguiça não movem nem suas próprias pernas.
    e a corrupção de Brasilia nos leva a afirmar que daquele mato não sai coelho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo contigo eles não conhecem o nosso sul, sou catarinense e conheço o meu estado já morei em Curitiba quando criança, e hoje moro no Norte do País mas sinto saudade da terra amada, e vejo quão diferente é a realidade do Norte e do Sul, as diferenças são gritantes!

      Excluir
    2. Conheço o sul o suficiente para saber que tipo de cretino iliterato defende esse tipo de besteira.

      Excluir
  42. Bem tipinho de texto do Baço... Se for o projeto de poder do PT tá beleza ... aí OK ! agora alguém quer se separar é idiota , e ignorante ! Democracia ? pára né Democracia só serve para manter o PT no poder... parabéns Baço cretino !

    ResponderExcluir
  43. Pq o povo está revoltado? Acho que vcs são um dos que nos sustentamos! E se morasse aqui iriam apoiar a ideia, pois como não moram, criticam! Ou esquecerem que o carnaval que vcs vão é feito com uma parte do dinheiro aqui do Sul?

    ResponderExcluir
  44. Catarinas tem vergonha do governo que tem, e não só vergonha, muita raiva também, injusto é nós recebermos apenas 16% de retorno dos impostos que coletamos, nossa região não se desenvolve por conta desse governo POR(0 que temos, 10 anos pra se fazer uma ponte, mais de 10 anos e não temos nossas rodovias duplicadas, todos os dias carros estragados pelas péssimas condições delas, e quando o prefeito da cidade de jaragua resolve investir na restauração das nossas estradas, os vereadores votam contra, pois querem o $ para uma nova câmara de vereadores. Vergonha!

    Deveria separar sim, ou no mínimo ser como citado mais acima, cada estado define o que faz com a verba arrecadada.

    Tratar vagabundos, é disso que estamos cansados, roubos e verbas de brasilia, "muita gente na teta" benefiados por programas sociais "bolsa família" (EXISTE QUEM REALMENTE NECESSITA) mas também existe muita gente recebendo sem necessidade e não se invéstiga essas coisas, sem falar do caso de levar pessoas ao hospital numa maca atrás de uma montana pois a ambulância não tinha nem bateria, e por que, por causa de licitação (que no dicionário deveria vir especificada ROUBO pois eles não querem saber o valor normal do item desejado, aceitam o menor valor imposto pelos licitantes), ou vocês não concordam que +ou- 2000 reais em uma bateria é roubo?, geladeiras de 1000 reais custando 5 mil e uns quebrado...

    Já tive alunos que realizam licitações de trânsito na cidade onde moro, e o mesmo me revelou certo dia que deixei ele encaminhar através dos PCs da escola, é tudo combinado antes, e depois repassam uma comissão as outras empresas que deixaram ganhar a licitação.
    Roubos e abusos tem por tudo, mas não devemos nos conformar e ficar de braços atados... Todos nós estamos pagando essa conta!

    ResponderExcluir
  45. O Sul é o meu País, concordo com as intenções do movimento, não somos melhores que ninguém, mas estamos cansados de ser estuprados pelo governo e ter um retorno vergonhoso de 16%...

    (já trabalhei com nordestinos, baianos e demais pessoas desse país, e todos que aqui estao, estão trabalhando muito e estão conquistando a realização profissional que vieram buscar).

    ResponderExcluir
  46. Quem fala mal de gaucho catarinense paranaense .nao deveria nem cruzar nosso territorio ..o sul e meu pais . sempre foi sempre sera

    ResponderExcluir
  47. De onde você tirou que no são só "brancos de olhos azuis" que querem a separação? No sul, assim como no restante do Brasil, grande parte da população é negra... Acho que quem está discriminando aqui é você meu caro.

    ResponderExcluir
  48. José Antônio Baço e CIA...
    Você fez referência aos muares...
    Fomos muares carregando governos e preguiçosos nas costas.
    Agora, muar é você, pelego. O movimento Farroupilha nunca morreu e agora está ressurgindo com muito convicção.
    Não tem nada a ver com segregação racial.
    Estamos sim cansados de injustiças, com o descaso com quem está gerando trabalho e renda. Estamos cansados de ser sugados... Estamos fechando as torneiras.
    É claro que você não gosta disso porque, com certeza é um dos sugadores.
    Dane-se... Vai trabalhar, vagabundo.
    O Sul é meu País, com muito orgulho.

    ResponderExcluir
  49. - Quem diz que "não sou brasileiro, sou sulista", cai fora porque o Sul é BRASIL!

    ResponderExcluir
  50. KKKK passando aqui só pra dar umas risadas...essa de Sulreal foi a melhor.
    Mas pra falar sério, como ficariam as nossa empresas sem vender para São Paulo, se contarmos com a Argentina e o Uruguai estamos falidos, e não tem como o novo paiseco competir com a China e cia.
    Criar uma moeda nova e estrirpar os Bancos brasileiros, criar um banco central, já nasceriamos quebrados...
    E o processo dos royaltes do petroleo entre SC e PR, não se entenderiam nunca!
    Numa eventual guerra perderiamos até para Botswana, a maior parte do armamento do Brasil está no Sudeste, levariamos um pau!!!
    Fora que a Argentina iria querer tomar o oeste catarinense, algo que reclamava na época do império. E este oeste catarinense ja foi do Parana, mas culturalmente é bem gaucho. E Floripa a meu ver se parece em todos os aspectos muito mais com o Rio de Janeiro do que com Blumenau...
    E como ficaria a diaspora gaucha no Mato Grosso e Rondonia etc. nunca mais voltariam, e a miriade de Maranhenses em Joinville seria repatriada...
    Fora os sulistas que torcem para o flamengo, curintia são paulo etc...
    Teria mil argumento, mas vou preferir ficar aqui rindo mesmo!!!

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem