segunda-feira, 21 de maio de 2012

Luminárias vermelhas: mais uma tramóia do PT

POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO

Notícia bombástica. O prefeito Carlito Merss pode ser alvo de pedido impeachment pelo Ministério Público, que está a investigar as denúncias envolvendo o novo sistema de iluminação na avenida Beira-Rio. O caso é gravíssimo e pode revelar uma maquiavélica conspiração articulada pelo prefeito, os seus sequazes do Partido dos Trabalhadores e até gente de fora, como gostam de dizer os nossos radialistas.

Eis a tramóia. As luminárias da avenida Beira-Rio têm que ser vermelhas por uma razão: elas impedem a difusão da luminosidade e direcionam a luz das lâmpadas, que emitem raios hipnóticos (conhecidos como raios pathso). A coisa funciona assim: sempre que um eleitor desavisado passar pelo local à noite, os raios penetram na retina e colocam a pessoa em transe. E qual o objetivo? É que durante o transe a pessoa decide votar em Carlito Merss nas próximas eleições.

A informação foi passada a este jornalista por uma fonte fidedigna (aliás, em Joinville todas as fontes são fidedignas) que denunciou o esquema. O plano foi elaborado com o apoio tecnológico de xiitas da célula terrorista chamada Inferno Vermelho (نت البلهاء), que têm o quartel-general clandestinamente instalado no subsolo do prédio da Prefeitura. O plano dos terroristas é impor uma ditadura petista no Brasil, a partir de Joinville.

Ainda segundo essa mesma fonte, o único problema é que o plano de Carlito Merss revelou uma falha: os adversários (em especial alguns tucanos, que são  indivíduos de QI mais elevado)  são refratários aos raios hipnóticos e começaram uma campanha de denúncia através da imprensa e das redes sociais.

VOCÊ VAI MUDAR O SEU VOTO? Você, leitor e leitora, que leu este texto até aqui já percebeu que é uma escancarada paródia, puro escracho. Mas estou apenas a reproduzir o nível de besteirol que temos assistido por causa das tais luminárias. Catso, tem gente achando que o vermelho é parte de uma estratégia de comunicação do PT. Daqui a pouco dizem o mesmo do Papai Noel, da camisa do JEC ou do pôr-do-sol. Ah... os olhos de Satanás não são vermelhos?

Há idiotia para todos os gostos. Aliás, até já li um cara a dizer que, por causa das luminárias tinha vergonha de morar em Joinville. Ora, se é por falta de adeus: a rodoviária é no bairro Atiradores, o aeroporto na Santos Dumont e todos os caminhos vão dar à BR-101. Outro tipo estava indignado, não apenas com aquilo que chama “propaganda” do PT mas porque o Ministério Público deixou passar essa barbaridade e não tomou providências.

Não bastassem os pacóvios comuns, também há políticos e uns tipos da imprensa a dar eco ao besteirol.  O que mostra bem o nível de qualidade intelectual dessa gente que quer apontar os destinos na cidade. Ei, vocês não têm mais o que fazer a não ser babar na gravata? Que tal trabalhar a sério em vez de perder tempo com o nada, com fait-divers, com oba-oba?

Fala sério. Você acha mesmo que o fato de as luminárias serem vermelhas vai fazer algum eleitor votar no partido do prefeito? Você é tanso ao ponto de mudar o seu voto por causa da cor das luminárias? Ora, o que se conseguiu, até ao momento, foi levar um monte de abestados a invadirem as redes sociais com as mais estapafúrdias teorias.

Uma coisa é certa. Essa gente quer tanto parecer "primeiro mundo" que já está a importar o conceito de silly-season. Ok... a silly season começou... e as eleições ainda estão longe

125 comentários:

  1. silly season - Na política norte-americana, a silly season é um período do início do verão até a primeira semana de outubro do ano da eleição. As eleições primárias são proximas deste momento, mas os debates formais não começaram e a eleição geral está ha semanas de distância. As questões levantadas durante este período são susceptíveis de ser cairem no esquecimento, de modo que os candidatos podem contar com uma postura política frívola e hipérbole para chamar a atenção da mídia e arrecadar dinheiro.

    Resumo - Até a eleição essa polêmica cairá no esquecimento, a cidade vai ficar mais bonita, as viuvinhas do Teba e PeTefobos estão fazendo esforço inútil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, vermelho é a cor preferida do Luiz Henrique. Na verdade pode ser um aceno do PT para a coligação com o PMDB.

      Excluir
  2. Como disse o Charles Henrique no twitter, o problema nem é a cor das luminárias. Passei ontem a noite por ali e vi que são absurdamente fracas, não significam um ganho de segurança. Por mim poderia ser até rosa a luminária, o problema é que não ganhamos nada em segurança com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Batuta, a obra ainda não está pronta. As lâmpadas centrais (que serão mais fortes do que as atuais) não foram substituídas ainda, e as da ciclovia não foram ligadas. Portanto, não dá pra fazer essa avaliação ainda.

      Excluir
    2. Olhe só o Felipe Bolha sendo razoável... por que será?

      Para aqueles que pensavam que da cabeça deste rapaz só saia ódio e rancor...tai ai prova em contrário.

      Excluir
    3. Até mesmo você é melhor do que isto.

      Excluir
    4. Gustavo Castro se eu fosse vc faria que nem um avestruz.. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. É óbvio que não é a cor das luminárias o problema. O problema é que estão substituindo luminárias de postes altos, que iluminavam uma área maior com luz mais difusa, por centenas (talvez milhares) com luz direta e concentrada em menor área. Qual a consequencia disto? O custo, caros contribuintes. Custo do projeto todo (equipamento mais serviços), custo das susbstituições (duvido que tenhamos 80% das lampadas acesas simultaneamente depois de algumas semanas), custo da manutenção (são muito mais equipamentos a deteriorar), custo da conta que vai subir, interferencia sobre o meio ambiente (teve algum estudo sobre isto?), poluição visual, etc. Fora a questão prioridade: a beira rio estava razoavelmente bem iluminada, enquanto várias ruas de bairros estão às escuras há tempos.
    Como se vê não se trata de simples conspiração eleitoreira, mas questionamentos sobre o uso do nosso dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoiado !
      isso mesmo não importa a cor e sim a utilidade!!!

      é dinheiro jogado fora = FATO!

      um abraço
      Grego

      Excluir
    2. Ai que ponderação mais da porra de pertinente, Seu José & apoiador expert!

      Excluir
    3. Que opinião mais da porra de pertinente, Seu José & apoiador anônimo!

      Excluir
    4. Pois é Borges, se custos, prioridades, contratações, efeitos sobre o meio, etc não são pertinentes para os comissionados do Carlito, que querem ficar mamando mais 4 anos, para nós que pagamos teu salário isto é muito pertinente.

      Excluir
    5. apoiado, ... é dinheiro jogado fora,

      Excluir
  4. Eu nem sequer passei por ali ainda, mas a reclamação vinda do meu padrasto não é pelas cores, mas sim a "quantidade de luminárias chegando quase a ser um cerca", nas palavras dele.
    Vou passar a noite pelo local para ver como ficou e poder dizer a minha impressão, porém algum tipo de enfeite ali se justificaria por causa do festival de dança.
    Porém o que eu to achando estranho, é que os próprios PTistas acreditam que essas luminárias deveriam ser idolatradas pela população, como mostra a figura postada no facebook no link http://www.facebook.com/photo.php?fbid=317300615013889&set=a.189217357822216.46973.100002018594850&type=1&theater
    Depois de criticarem a propaganda antecipada do #voltaTebaldi, que já teve condenação, os PTistas lançaram o #ficaCarlito
    Realmente há cada vez menos diferença entre esses dois partidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Ivan, o maior símbolo da diferença partidária é a hashtag da militância.

      Excluir
  5. Recebi e publico. Talvez ajude para esclarecer:

    1) Para a iluminação das calçadas e ciclovias da Av. Beira Rio estão
    sendo utilizadas luminárias eficientes equipadas com lâmpadas metálicas de
    150 W, instaladas em postes de 4 m de altura, distantes +/- 15 m entre
    si;
    2) Os cálculos efetuados com o uso de softwares internacionais
    especializados em luminotecnia (AGI32), nestas condições, recomendaram
    este espaçamento;
    3) Por outro lado, uma regra prática que se verifica é que o
    distanciamento entre os postes de iluminação pública é da ordem de três a
    quatro vezes a altura de montagem das luminárias, como o caso presente;
    4) Ressalta-se que o padrão utilizado em todas as obras realizadas pela
    SQE LUZ, entre outros, para a iluminação de ciclovias e calçadas, em se
    tratando de luminárias de alta eficiência (e conforme comprovado nos
    cálculos luminotécnicos realizados), é o distanciamento de 15 m para
    postes de 4 m de altura.
    5) Espaçamentos maiores, nesta configuração adotada (que é a adequada
    para calçadas/ciclovias) acarretariam uma perda de uniformidade que não
    atenderia às normas técnicas vigentes (uniformidade mínima de 0,3,
    enquanto o projeto está com 0,4). Este parâmetro avalia a distribuição da
    luz no sentido longitudinal da via, ou seja, quanto maior este índice, mais
    uniforme será a distribuição da luz. Índices baixos indicam que haverá uma
    concentração de luz sob o poste, e nos intervalos ocorrerão trechos
    escuros, acarretando distribuição desigual da luz.
    6) A iluminação adotada garantirá uniformidade visual noturna e
    destaque do entorno desta via, considerada, por muitos, como a mais
    importante da cidade, seja sob o ponto de vista viário ou urbanístico;
    7) Os postes da Av. JK estão na mesma distância ou, em
    alguns pontos, ainda menor. Porém, a imagem em perspectiva que se cria ao
    olhar a Av. Beira-Rio, assim como o fato dos postes serem na cor branca,
    destacam esta proximidade entre eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura resposta técnica , gostaria de ver uma resposta técnica para a utilidade da obra! (rsrsrs)
      e qual a prioridade da gestão?

      Excluir
    2. Quando falamos em iluminação potência é unidade de gasto, luminosidade mede-se em lumens, refração e reflexão (de reflexo) afeta de acordo com o ambiente e o posicionamento.
      Projetar luminárias não é brincadeira de criança.

      Espero sinceramente que as informações que Baço recebeu não sejam oficiais.

      Excluir
  6. Esqueceram de outro objeto que esta sendo usado diariamente nesta Campanha antecipada:
    "OS EXTINTORES" PERCEBAM A COR..RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! O corpo de bombeiros inteiro também. A cruz vermelha, o Müeller...

      Excluir
    2. Finalmente alguém disse isso. Eu tava esperando desde o início do burburinho. Obrigado, Borges.

      Excluir
    3. Por mil tampinhas de Sukita menino prodígio! Matou a charada!

      Excluir
  7. As luminárias decidem minha vida, tanto que se fossem verdes eu votaria no (PV), se fossem azúis, meu voto seria do (PSDB) e se fossem brancas? Eu votaria em branco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sacanagem. Eu precisei escrever um texto enorme e tu resumiste em duas linhas. É mesmo isso...

      Excluir
    2. A cor das luminárias já foi ironizado o suficiente por aqui. O que não foi respondido é se eram necessárias e prioritárias, o seu custo-benefício, a integração do projeto com o paisagismo e entorno, a elevação do consumo, entre outros. Isto sim pode decidir o meu voto, e quem sabe a minha vida.

      Excluir
    3. Manoel,
      O fato é que muita gente começou questionando as cores e agora questionam dados técnicos, etc. Peraí, acho que essa cidade tem técnicos demais, de uma hora pra outra todo mundo virou especialista. Pra mim não passa de #mimimi

      Excluir
    4. Alexandre,
      eu nunca me importei com as cores, e sim se a aplicação do imposto que pagamos está sendo feita de maneira correta e se a cidade que moro está sendo bem tratada. Se isto é mimimi, então não fiz-me compreendido.
      Acho que quanto mais dados técnicos forem questionados em ASSUNTOS TÉCNICOS melhor para a cidadania. Os leigos deveriam agradecer.

      Excluir
    5. Manoel,
      Compreendo a sua indiginação, porém, muita gente está levando a coisa para o lado da picuinha.
      Se você for a Florianópolis verá que a mesma empresa responsável pela obra de Joinville foi responsável pela iluminação da Beira Mar Norte. Entre no link e veja o espaçamento entre postes. (http://www.sqeluz.com.br/novo/florianopolis/42-ciclovia-da-beira-mar-continental-sul-abraao-florianopolissc.html)
      Sem contar que lá os postes são maiores e as lâmpadas são LED (dez vezes mais caras, suponho)

      Excluir
    6. Guardadas as devidas proporções...

      Excluir
  8. Baço,o problema das luminárias é a quantidade,tem umas que estão
    a menos de 10,00m de outras,sendo que já temos luminárias nos postes centrais da Aveinida. Quanto a cor,deveriam ter usado as mesmas da JK,verde escuro,se fundindo com a vegetação e não esse vermelho berrante que polui visulamente a cidade.Mas vá falar pros
    "smartões "da Prefeitura...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandro, os caras se deram ao trabalho de enviar uma explicação (que publiquei ali em cima). Não tenho conhecimentos técnicos para emitir uma opinião pessoal, até porque só vi de fotografias. O meu negócio é essa perda de tempo a discutir o sexo dos anjos. Aliás, se anjo tivesse sexo e menstruasse ia ter gente a dizer que era propaganda antecipada.

      Excluir
    2. Sim Baço. É o mesmo caso da "praça"/"parque"/"jardim"/"sei lá o que".

      Excluir
    3. Cristhian Neumann21 de maio de 2012 21:46

      Concordo com o Sandro, a cor verde escura era muito mais agradável visualmente falando e além disso, estaria de acordo com o "padrão" adotado anteriormente -- vide "Boulevard Cachoeira" e Av. JK.

      Excluir
    4. gente quem disse que precisava trocar os postes, lampadas ou sei lá oque, tenho certeza que o dinheiro investido será muito melhor aproveitado na saúde que ao meu ver está uma vergonha

      Excluir
  9. Essa história da "cor do partido" me lembra o ano final da gestão Tebaldi, onde houveram denúncias de vários ginásios de esporte de escolas municipais, pintadas de azul e amarelo (psdb) em suas fachadas curvas superiores, lembrando mais ou menos o bico de um tucano. Lembram? Foi notícia nos jornais várias vezes à época.
    Pois bom, essa gritaria pela cor das luminárias só pode ser o "lamento das viúvas"
    Quanto à questão técnica, brilhantemente exposta por voce Baço(e não se poderia esperar outra coisa de um ex-aluno da FEJ), provavelmente deverá atender ao objetivo, mas que o "paredão" de bengalinhas ficou feio, isso ficou. Mas é apenas minha opinião pessoal.
    O Jordi, como paisagista, poderia quem sabe dar uma opinião mais abalizada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Nelson Jvlle,

      Obrigado pela cutucada. Hoje na cronica no AN já me posicionei sobre as luminárias. Mas para tentar manter a conversa mais "técnica" e fugir do achismo. Recomendo a leitura do livro "Paisaje Urbano" de Cliff Tandy.
      Nas suas folhas informativas capitulo 40 seção 10 tem um belo tratado de iluminação publica. Ele explica porque não são recomendáveis estes postes baixos (4 metros) para grandes extensões. Eles geram poluição visual, elevado investimento, maior consumo e custos de manutenção maiores.
      A padronização da iluminação publica é outro ponto importante a destacar.

      O código de iluminação publica utilizado na Europa como referencia para este tipo de trabalho recomenda que a linha deve ser a de dissimular ao máximo a luminária, para não acrescentar mais elementos ao já complexo paisagem urbano, o que evidentemente não foi o objetivo pretendido pelo autor ou autores do projeto.

      O mesmo código desaconselha as luminárias baixas me ruas urbanas porque estimulam o vandalismo, mas de novo este é outro aspecto que parece ter sido desconsiderado. A proporção entre a altura das luminárias e dos postes e a das edificações em redor também devem ser considerados.

      É evidente que a cor é o que menos importância tem neste debate.

      Excluir
    2. vamos resumir : dinheiro jogado fora.

      acho que querem maquiar a cidade... (mal maquiada , parece Perua, kkkkkkk)

      Excluir
    3. " aunque la mona se vista de seda, mona se queda"
      Precisando de tradução é só pedir.

      Excluir
    4. Interessante... parece que a cidade de outrora era uma pérola e termos de opções urbanísticas! E as figueiras invasoras à beira-rio...?

      Excluir
    5. Esse assunto, o das figueiras, sempre vem à tona. Afinal, de quem foi a ideia de plantá-las na beira-rio? Haveria necessidade de estudo do solo? Eu não entendo nada de urbanização, mas tenho viajado por aí, e vejo árvores que não quebram calçadas, nem destroem asfalto. Talvez o solo joinvilense não seja uma mãe gentil.
      Zé Bolacha

      Excluir
    6. Dica:
      Sempre que alguem citar as Figueiras da beira rio, fora de contexto, como por exemplo faze-lo num post que fala de luminárias, tenha a certeza que o objetivo é outro.
      A maioria dos que falam delas, mal diferenciam um pé de couve de um pé de alface, mas nutrem um odio mortal contra estas figueiras.
      São os mesmos que apoiaram a derrubada das arvores da Rua XV e que acham otimo o estado vicejante das arvores plantadas na margem oposta as figueiras.
      Tinha ate um bobalhão que estava querendo comer os figos das figueiras alegando na sua santa ignorancia que as figueiras não produzem figos. Explicar para ele o que é uma arvore dioica tomaria muito tempo e um esforço que não merece.
      Assim fica combinado, comentarios sobre as figueiras, fora de contexto tem outro objetivo.

      Excluir
    7. Não é sempre, Jordi. Ante-ontem, por exemplo, eu fiz um comentário sobre a iluminação pública e falei em figueiras. Falei que não fazia sentido criticar a proximidade dos postes, já que eles estão entre as árvores que foram plantadas recentemente, que não são figueiras, e isso faria a diferença quando essas árvores crescerem.

      Na minha humilde opinião, este é um debate acerca da iluminação pública, do paisagismo, coisas que estamos discutindo aqui.

      As figueiras já são um assunto comum aos joinvilenses. Eu mesmo gostaria de ver uma defesa boa em relação a elas e é óbvio que não quero comer figo de lá.

      Claro que em alguns comentários há, digamos, certa "maldade", alguma provocação. Mas isso faz parte do jogo e acho que todo mundo aqui faz o mesmo. No entanto, passei o dia ontem esperando pra ver meu comentário publicado e nada. Fiquei pensando se tinha algo a ver com isso. Acho difícil, já que sempre topaste qualquer debate.

      Excluir
    8. O problema é exatamente este Felipe: plantaram as árvores da maneira que achavam, sem sequer saber que uma rede de luminárias iria ser implantada algumas semanas depois. Tudo isto sem qualquer articulação entre técnicos e secretarias.
      O resultado está ali: postes e árvores em cima de bueiros e na curvatura de esquinas, com espaçamentos discutíveis (no mínimo) e tremenda poluição visual.

      Excluir
    9. Felipe,

      O seu comentário era perfeito e não teria nenhum motivo para não ser aprovado e publicado.

      Excluir
  10. A prefeitura teve de encontrar algo para fazer neste último ano, depois de todos os outros praticamente parada. Casa da Cultura é só mais um exemplo, está sendo reaberta só agora, coincidentemente em véspera de eleição. Ponte Charlot, luminárias, palcos no Mercado Municipal,reforma da passarela na JK. E nos outros anos? As obras não chegaram nem perto.
    O problema pode até não ser o PT, mas o Carlito não foi bom para Joinville.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que Carlito não é anônimo. Assim a gente pode continuar o trabalho com a assinatura bem clara. E tempo não faltará.

      Excluir
  11. do twitter " MP prepara ação pedindo a suspensão da venda de ketchup e molho de tomate em Joinville. Suspeita de propaganda eleitoral antecipada do PT."

    ResponderExcluir
  12. Como não sou ex-aluno da FEJ, e não entendo de calculos luminotécnicos, reforço o que já foi levantado: qual o custo-benefício desta iluminação? Deveria ser prioridade considerando o restante do municipio? Não vai elevar o consumo? Não vai dar um efeito de excesso de luz na calçada em detrimento da paisagem que será ofuscada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, noite dessas passei lá e quase fique cego.

      Excluir
  13. Reinaldo P. Gonçalves21 de maio de 2012 12:09

    A bricadeira alertada em sua missiva,é de uma sabedoria impar, muito interessante. Porem não quero discutir o mérito do tema "quantidade" mas sim "prioridade, Tínhamos problema de falta de luz na Beira Rio? não. Então era prioridade? não. só por isso que não concordo com as luminárias.Quantos bairros nós temos que estão as escuras; Jardim Edilelene, Ulisses Gimarães João Costa, Aventurreiro, Morro do Meio, Fátima, olha se formos rígidos, todos os bairros de nossa cidade precisam muito mais do que o Centro. uma qustão de Segurança Pública também. Um dinheiro que poderia ser melhor aproveitado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz! faz quanto tempo faz que você não passa à noite na Beira-Rio, Reinaldo?

      Excluir
  14. LHS, quem diria, é petista. Fez a passarela dos Santos Anjos vermelha!!!

    ResponderExcluir
  15. Tudo bem. Mas, é evidente que as cores foram escolhidas por algum motivo. E o motivo é bem claro (embora as luminárias pouco iluminem)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é que alguém afirma que as luminárias pouco iluminam se ela nem está funcionando ainda... É comum esse tipo de comentário em nossa Cidade. Pessoas que nem seque viram a obra e saem por aí dando pitacos, é a famosa turma da corneta... lamentável...

      Excluir
    2. É para combinar com o Natal, em dezembro. E com o velho da Coca-Cola.

      Excluir
    3. É triste ver o Borges, dramaturgo e escritor, com esta kmetragem toda, tentando defender o indefensável.

      Excluir
  16. Gente, sobre nossos achismos, é importante saber que há normas sobre a iluminação pública. Segundo o professor do curso de engenharia elétrica da Udesc, Marcos Fergütz, esse novo projeto de iluminação contempla a norma NBR5101. Essa informação tá numa matéria que fiz em outro site, que não vou fazer propaganda aqui. Quem me conhece e sabe onde eu trabalho por ir lá e tirar essa e outras dúvidas. Lembrando que o texto do Baço não fala sobre essas dados que estamos discutindo. A proposta é mostrar o quão rasa é essa discussão sobre o vermelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe,
      Fui la e li. Um fato me chamou a atenção, quem fez o projeto foi a mesma empresa que o executou, sob a supervisão dos tecnicos da Seinfra. Só isto já me permitiu entender porque precisará de 450 postes.
      Os pontos referentes ao aumento do consumo e a falta de outros estudos alternativos, tambem estão na materia.
      A unica coisa clara e na que não vamos discordar é que há mais luz e menos "claridade"
      Abraço.

      Excluir
    2. "quem fez o projeto foi a mesma empresa que o executou"

      Não pode ser. Não dá para acreditar.

      VSF. Queria agora ter ódio no sangue que os petistas tem de tudo que não seja vermelho só para manifestar minha indignação sobre isto. Mas não tenho...

      Excluir
    3. Deixando prá trás as ironias do espectro das cores, este é o ponto que julgo primordial nesta novela toda.
      Até onde sei, é imoral e ILEGAL a mesma empresa fornecer projeto e a execução da obra, por motivos óbvios.
      A confirmar esta informação, vai ser um novo episódio nas paginas policiais da Joinville de toda nossa gente.

      Excluir
    4. Aos seus olhos, Felipe, a resposta será sempre favorável a esquerda. Não importa o que o papel comprovar, pois sua interpretação justificará o eventual crime.

      Excluir
    5. Dá pra ver que tu me conhece muito bem...

      Excluir
  17. Governo do PT insiste em tirar meu sangue...
    não querem ser acusados de propaganda antecipada !

    ResponderExcluir
  18. nossa como esta LINDAAAAAAAAA !!!!!e muito bem ELABOLADAAAAAAAAAA!!!!

    ResponderExcluir
  19. Duas coisas

    Ninguém vai falar do estado das calcadas que ficaram ali?


    Ninguém vai falar que branco e vermelho, juntamente com o azul, são cores da bandeira de Joinville?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ninguém vai falar dos xiitas?

      Excluir
    2. Quais os vermelhos ou os verdes?

      Excluir
    3. "Quais os vermelhos ou os verdes?" kkkkk

      Excluir
    4. Piada também é o estado das calçadas da nova Visconde (gastronômica) de Taunay. Já esta toda torta, esburacada, uma vergonha.

      Excluir
    5. É a durabilidade de obras como a da Visconde que esta gestão se enche de orgulho e afirma que nunca houve nada parecido na cidade.
      É, realmente nunca vi calçada antes de ser inaugurada se desmanchar, nunca vi fazer uma calçada nova e deixar o tôco da árvore arrancada como ornamento (do outro lado do Mango), e nunca vi deixar um espaço de meio metro em torno de um pau-ferro (quase ao lado do tôco) que vai crescer e arrebentar tudo.
      Tudo na mais perfeita sintonia entre o profissionalismo e a perfeita aplicação dos recursos públicos.

      Excluir
    6. realmente, é uma piada as calçadas da nova Visconde. ontem mesmo, depois de ter gasto 300 paus comendo e bebendo, fui obrigado levar a minha mina no colo, pois ela quebrou o salto naquelas piadísticas calçadas. Que droga.
      Maikon K

      Excluir
  20. Então radialistas e opisção estão a fazer barulho por conta das luminárias vermelhas da Beira Rio? Esta cidade continua a não me surpreender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "quem fez o projeto foi a mesma empresa que o executou"

      Mas tudo bem... neste caso foi o PT que fez. O crivo é outro.

      Excluir
  21. Gosto d ver a reduzida militancia petista nesse espaço. Dá impressão de que Carlito Merss tem uma legião de uns 600 mil defensores. Hua hua hua hua hua hua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Rejeição estratosférica frente ao desgoverno mas alguns fiéis escudeiros não abandonam o barco.

      Tirando o absurdo da situação, resta a beleza da fidelidade e da coragem destes.

      Excluir
    2. Nas redes sociais minúscula e´a militãncia conservadora, acho que vc chegou agora.

      PT = um partido com militãncia

      PSDB = um partido com mídia

      Excluir
    3. Anônimo das 14:15.

      Fazendo uso do "texto" do Felipe Bolha, a minha bolha é bem diferente da sua... pois no Facebook e Twitter vejo uns poucos "corajosos" defendendo o PT de Carlito e a grande massa criticando.

      Eu acho que você não deve ter muitos contatos nas redes sociais.

      Excluir
    4. "Nas redes sociais minúscula e´a militãncia conservadora, acho que vc chegou agora."

      É a bolha da esquerda que não vê além de seu umbigo.
      O Felipe e o Clóvis são a prova viva disto.

      Excluir
    5. Eu adoro ler que o Felipe é petista, eu acho o máximo.
      Maikon K

      Excluir
  22. Esta é facil. Nao peceberam que as luminarias originalmente verde escuro, maturaram para vermelho devido a estacao das eleicoes. Apenas a natureza recebendo um toque geneticamente politico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ufa, até que enfim alguém compreendeu a natureza da situação!!! Rsrsrsrsr

      Excluir
  23. Arranquei um dente. Será que fiz campanha pro PT?
    Afinal, o que saiu de sangue não foi brincadeira.
    Zé Bolacha

    ResponderExcluir
  24. Vão ficar lindas enfeitadas de pirulito no Natal.

    ResponderExcluir
  25. Os anônimos são os mais entendidos. Será que é por modéstia que se escondem no anonimato???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso no PT, lembro-me do Robson Benta nos anos 80 andando no Bom Jesus com a estrela vermelha no peito. Fazia isto dia sim dia sim. Por fim, tentava doutrinar seus alunos.

      Excluir
    2. Não Robson, por que muitos tem empregos privados e tem medo de se expor, e outros são funcionários públicos (que a exemplo do tempo do LHS e Teba) também não podem expor suas idéias. Simples assim.

      Excluir
    3. "Não Robson, por que muitos tem empregos privados e tem medo de se expor, e outros são funcionários públicos (que a exemplo do tempo do LHS e Teba) também não podem expor suas idéias."

      Excluir
    4. Ahhh se pudéssemos falar e escrever tudo o que queremos e o que sabemos... E depois dizem que somos livres. Ahamm, somos em Marte.
      Zé Bolacha.

      Excluir
    5. Falar e escrever tudo o que quer e sabe? Tenta ser jornalista, Zé Bolacha. Aí dói muito mais...

      Excluir
    6. Prefiro não, Zé Baço. Continuo aqui dentro do meu pacotinho que é mais seguro ;)

      Excluir
  26. Em barra do sul o prefeito é do PT e adivinhem a cor das luminárias que colocaram ,vermelha sim ,sempre votei no PT ,e por essas e outras que não voto mais ,Tebaldi também não foi bom prefeito ,também não voto nele ,mas pelo menos na gestão dele era mais facil marcar medico no postinho perto de casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que é assim? Um dia destes vi algumas ruas em Lisboa com luminárias vermelhas. Mas não posso não votar no PT porque aqui não há PT. O que eu faço?

      Excluir
    2. Ai em Lisboa deve ter muito PT = Português Tapado.

      Excluir
    3. Ah... imagino que seja um visitante frequente do país. Que legal. Cá entre nós, eu também acho que os portugueses são uns tapados. Que tal a gente discutir esse teu ponto de vista da próxima vez que vieres à Europa? Vamos tomar uma imperial lá no Largo do Camões?

      Excluir
    4. "Deve ter" = suposição ,não afirmação ,gosto muito da minha terra nunca saí e nunca sairei ,e se um dia viajasse à turismo ,qualquer país da Europa estaria descartado, quanto a bebida ,agradeço mas sou abstêmio.

      Excluir
  27. Há! Qual é gente? Memória pouca é bobagem né? Até parece que esse furdunço quando de uma inauguração de "obra" em ano eleitoral não é sempre assim. A cada quatro anos é a mesma palhaçada. Só mudam os palhaços. E mais, agora que o pt é situação parece que FAZER O QUE ELES SEMPRE FAZIAM QUANDO OPOSIÇÃO se transformou em algo vergonhoso. Quer dizer, eles (pt), podiam reclamar, entrar com ações contra e tudo o mais que se repetia ano após ano e os outros agora não podem? E de mais a mais a cor vermelha na luminária ficou demais mesmo. Eu sempre caminhava por ali e não sentia problema nenhum de iluminação. Tinha sim de calçadas, onde não existe (ou existia?) o rebaixo para cadeirantes e tudo o que envolve a acessiibilidade para os menos favorecidos (não deveria ser essa a principal bandeira do socialismo?) Então, não discordo de que haja um estardalhaço sobre as mazelas públicas, sejam elas de que partido forem. Se mais pessoas estivessem discutindo, reclamando e tomando ações e atitudes contra estas falhas administrativas talvez tivéssemos administradores públicos mais conscientes e inteligentes trabalhando em prol da cidade e não de seu partido. E tenho dito!

    ResponderExcluir
  28. Cada vez mais o senso de humor tá apurado aqui neste blog ... Infelizmente nesta cidade, perdem o tempo falando mal do ciclano, do beltrano e se esquecem de propor idéias para o nosso município .. Porque não usam as redes sociais como forma de participação popular na política local ??? Pelo jeito, as viúvas querem voltar ao poder a todo custo, largando mão de um debate de idéias sério, para se entregar em um debate vazio, na qual se prioriza mais a cor das luminárias do que a qualidade de vida do cidadão.

    ResponderExcluir
  29. Tebaldi falando mal das luminárias ,ele sabe bem como se promover com dinheiro público.

    ResponderExcluir
  30. Os anônimos sabem dos riscos de atualmente expor suas opiniões ,tem gente ,principalmente políticos que adoram cercear a liberdade de opinião ,geralmente quem quer saber autor adora processar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fraquinha sua tentativa de dar um ar de respeitabilidade ao anonimato, anônimo. Mas valeu a tentativa.

      Excluir
    2. Fraqueza de argumentos é sim ,mesmo a pessoa ter escrito uma verdade querer desqualificar só por ser anônimo.

      "Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida"
      autor anônimo

      Excluir
    3. Que bonito, anônimo. Essa eu nunca tinha ouvido/lido. Parabéns, já que você é o autor.

      Excluir
    4. De fato, esse negócio é um provérbio chinês. Como aquele que diz "a dúvida é a ante-sala do conhecimento".

      Excluir
    5. Mas o Felipe não é um sujeito de dúvidas, mas sim de certezas...

      Excluir
  31. José Antônio Baço escreve o mesmo que penso.
    Ironia pura, verdade dos idiotas, mentira dos inteligentes.

    ResponderExcluir
  32. Baço, para de agitar...rsrs!
    Não sei se rio mais com tuas ironias nos textos ou com algumas opiniões exdrúxulas nos posts. Mas que me divirto um monte, isso sim! Abraços.

    ResponderExcluir
  33. Tirando a novela das cores e a guerra esquerda X direita, ficaram comentários merecedores de atenção que falam em custos, em consumo, em manutenção e a conjugação com o cênico, a paisagem e o meio ambiente. A questão do cumprimento da NBR ou ABNT é muito relativa, com exceção dos itens segurança e durabilidade. A iluminação de ambientes públicos e abertos não possui receita de bolo, deve ser levado em conta os fatores naturais e culturais específicos de cada lugar e os objetivos que se pretende.
    Por fim a questão levantada sobre a empresa contratada a meu ver deve ser averiguada, o que foi colocado é sério.

    ResponderExcluir
  34. Nunca imaginei que uma simples "decoração natalina" rendesse tantos comentários apaixonados contra e a favor dos que vivem por representar quem vai salvar nossa cidade num piscar de olhos usando o NOSSO dinheiro.

    ResponderExcluir
  35. Pessoal muito bitolado com campanha política só pq alguns passam na beira-rio, e sobre o carro alegórico do carlito no carnaval de 2012 ninguém viu ?

    ResponderExcluir
  36. Garanto que se as luminárias fossem azuis teria muita gente usando um discurso totalmente contrário por aqui.
    Mas segue a vida. Eu, pessoalmente, gostei das luminárias.

    ResponderExcluir
  37. Não fossem as luminárias vermelhas, falariam os postes de luz, que também são vermelhos.
    E as luminárias estão muito bonitas e dão um charme à cidade.
    De que cor foram pintadas as que estão na Visconde?
    Zé Bolacha.

    ResponderExcluir
  38. Será que só eu achei que ficou feio pra caralho?

    Tem poste pra cacete, parece mais uma cerca no meio da calçada do iluminação pública. Eita mau gosto da porra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique tranquilo Eduardo, não foi só vc que achou horrível aquilo. É que a patrola de comissionados e parentes destes já está em campo, principalmente na rede e blogs.

      Excluir
  39. Pessoal que critica a proximidade entre um poste e outro já pensou (já sabe?) que tem uma árvore entre cada um deles e que isso fará a diferença quando elas tiverem grandes (foram plantadas recentemente)? Ah, não são figueiras. Logo, não vão quebrar a calçada e a rua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe

      Como as arvores serão maiores que as luminárias, não deve ter nenhuma interferencia.

      Excluir
  40. Meu Deus, só tem técnico no assunto aqui........caramba, nunca li tanta baboseira na minha vida.....GALERA, VÃO ARRUMAR O QUE FAZER, DE PREFERÊNCIA PRA AJUDAR A POPULAÇÃO.....como diziam a algum tempo atrás, DEIXEM O Homem TRABALHAR e parem de cacarejar......ILUMINAÇÃO PÚBLICA É QUESTÃO DE SEGURANÇA.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Vamos começar por ti. O que fizeste hoje para ajudar alguém? Se já for o teu trabalho, não vale.
      Zé Bolacha

      Excluir
  41. As pessoas têm muito tempo livre para imaginar... Caramba, quem me dera... Como disse José António Baço, a "idiotice" toma conta às vezes...

    ResponderExcluir
  42. Diante de tantos comentários, o meu será apenas mais um...mas, mesmo assim o farei...
    Eu tenho, repetidamente, atacado a questão dos buracos e da iluminação, no entanto, muito longe do ataque se dar na questão cor vermelha e branca que estaria ligada ao PT, mas sim na questão padrão, visto que estão espalhados por toda a cidade e não só na Beira Rio, sendo cada uma de um modelo, questão técnica, haja vista que elas não iluminam (não me basta passar meras informações, quero saber se foram realizados testes), na questão licitação, informação de valores e, como o autor do texto mesmo falou, viu apenas em fotos e, por isso, acredito, que não consiga captar a indignação que essa "iluminação" estapafúrdia está causando nos cidadãos de Joinville.
    Desculpe, mas é realmente repugnante ver Joinville tornar-se uma grande piada, como ainda ironizei, a qtde de "luminárias" em TODA a cidade são pra nós vermos todos os buracos espalhados pela malha viária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe, querida, mas se o atual prefeito ficar somente a tampar os buracos que existem nesse asfalto mal feito, pago por nós, feito pelo antigo prefeito da cidade, onde arruma hoje e a chuva destrói amanhã, o coitado não faz mais nada por Joinville.

      Excluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem