quarta-feira, 16 de maio de 2012

Carlito

Foto Pena Filho
Por JORDI CASTAN


Conheço Carlito Merss há muitos anos. Desde a época em que coincidíamos no mesmo ônibus a caminho de Campinas, ele para estudar na Unicamp, eu empenhado em viabilizar o Ibraflor, que foi criado aqui em Joinville mas cuja sede estava - e continua a estar - no eixo Campinas/Holambra.  

Também tivemos a oportunidade de nos encontrarmos – não poucas vezes – nas  reuniões e audiências que concluíram a elaboração da versão final do Código Municipal do Meio Ambiente, vigente ainda hoje. Ele, no papel de vereador de oposição; eu, do outro lado, como vice-presidente da ACIJ, defendendo uma proposta que não inviabilizasse o desenvolvimento e que não tratasse o cidadão como um criminoso. 

Desta época, lembro da capacidade de diálogo e de negociação do atual prefeito. Compartilhei sempre a opinião que era melhor negociar com ele do que com os vereadores da situação, a maioria obtusos demais para entender a diferença entre tirar ou colocar uma vírgula numa frase. Verdade seja dita, aquela Câmara tinha um nível de vereadores bem diferente do atual. Havia então uma maior facilidade para buscar as melhores propostas para a cidade. Era impensável que os interesses particulares fossem tratados como são tratados hoje. O interesse coletivo ainda prevalecia.

Depois coincidimos em aeroportos, em um ou outro voo e, fora disto, muito eventualmente. Acompanhei sua carreira política de perto e segui seu crescimento de vereador a deputado estadual, primeiro, e depois alcançar a Câmara Federal. Mantinha as características que fizeram que se ganhasse o meu respeito: trabalhador incansável, esforçado, estudioso dos temas em pauta e com capacidade quase infinita para o diálogo. Ser escolhido como relator do orçamento nacional é a maior prova desta sua capacidade.

Não vejo o prefeito faz tempo, apenas as fotografias nos jornais e uma ou outra vez em algum programa de televisão local. E fiquei triste ao ver como o poder desgasta e envelhece. Vi a imagem de um homem abatido, encanecido  pelo enorme desgaste que o cargo de prefeito representa (e representaria para qualquer um de nós). Um homem que, depois de ter tentado, por anos a fio, vencer o desafio de chegar à Prefeitura, quando conseguiu não pode realizar tudo a que tinha se proposto.

Estou convencido que o Carlito assumiu a prefeitura com a melhor das intenções e que, no seu íntimo, acreditava ser possível compatibilizar o projeto de poder do seu partido com a ambição pessoal de ser um bom prefeito. Ou seja, fazer uma gestão que deixasse a sua marca na história de Joinville.

Na medida que o tempo avança inexoravelmente e o seu mandato se aproxima do fim, a frustração, a crispação e a desilusão se fazem mais patentes. Desejo firmemente que esta sua passagem pelo executivo não seja a sua tumba política e possa voltar a ser eleito para defender os interesses de Joinville no legislativo, num ambiente em que suas virtudes e habilidades produzirão melhores resultados para todos. Poderá inclusive ter o meu voto.

61 comentários:

  1. Respostas
    1. Anônimo madrugador,
      Carlito no legislativo pode sim até chegar a ter o meu voto. No executivo a historia é outra bem diferente

      Excluir
  2. O negócio tá tão feio pro Carlito nas pesquisas eleitorais que até um opositor não tem receio de ressaltar algumas virtudes do atual prefeito e quase virar seu cabo eleitoral.Hehehehe.

    Da minha parte, sou capaz de arriscar novamene em Carlito para prefeitura. Mas isso decidirei apenas num eventual segundo turno. Falando nisso, minha estratégia é votar em Udo Doehler no primeiro turno para evitar que Tebaldi avance para o segundo turno. E lá eu decidiria entre Carlito ou Udo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Ernest,
      É um erro acreditar que quem tem virtudes e atributos inegaveis para atuar no legislativo, possa fazer um bom governo desde o executivo. Dialogar e negociar não é a mesma coisa que por as mãos na massa.
      Aí reside a grande diferença, descobrir depois de quase quatro anos que governar na pratica é completamente diferente de que fazelo desde a teoria.

      Excluir
    2. Excelentes colocações... sem duvida poderá (quem sabe) ter meu voto novamente. Está claro que o Carlito é um homen sério, seus fracassos na sua gestão se devem a algumas péssimas indicações e péssimas escolhas. Mas é assim, uma cidade que só forma engenheiro, e esquece das outras áreas do conhecimento, o obriga a colocar um amigo em uma cadeira ao invés de um especialista. O triste é ver gente ofedendo o prefeito com o unico e exclusivo objetivo de recuperar aquele cargo que ele só terá, com a volta da mesma turma que sempre administrou Joinville...

      Excluir
    3. Vá com Deus Carlito.

      Ignorar o que o Jordi escreveu neste texto e culpar a imprensa pelo fracasso de Carlito é má-fé ou burrice.

      Excluir
    4. Ô Anônimo das 13:46, o jogo ainda nem começou e já estas achando que o Teba assumiu a prefa? Calma lá. E não meta Deus nisso, deixe-O lá no Templo, eheheheh!
      Zé Bolacha

      Excluir
  3. Jordi, como de costume, dando um show em seus textos... parabéns.

    Sua presença neste blog vale cada acesso.

    ResponderExcluir
  4. Eu diria até que a grande experiência do ex-vereador e ex-parlamentar deveriam servir de bagagem para atuar na gestão municipal, mas também tenho saudades do seu tempo de representante joinvilense e catarinense de nossas demandas.
    Errou na formação do seu quadro de colaboradores, quer por insuficiência técnica ou miopia administrativa. Errou na estratégia de atrair boas coligações, e acabou ficando com a mediocridade que já vinha corroendo os cofre públicos há décadas. E errou na hora de decidir em pular fora deste contexto e enfrentar estas deficiencias de frente.
    Concordo que a sua trajetória demonstra o seu caráter e boa vontade, mas não é só disso que se governa a maior cidade de SC.
    Faço votos que ainda venha a compor o futuro governo, mas não como grupo majoritário. Está na hora do PT começar a pensar numa alternativa. O recado foi dado na escolha dos delegados este ano, onde quase metade dos filiados desaprovou a sua gestão.

    ResponderExcluir
  5. Comparando com LHS e Tebalfi,Carlito faz um bom governo,tem é muita propaganda negativa dos adversarios e de segmentos da imprensa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo. Tomara que o povo enxergue isso!

      Excluir
    2. Assinei também.
      Zé Bolacha

      Excluir
    3. Também assino embaixo. Apesar da análise do Jordi me parecer correta, não nos esqueçamos que o prefeito Carlito teve duas tarefas enormes: administrar a cidade e reconstruir o mal feito no passado. Convenhamos, até o inesquecível prefeito Freitag teria dificuldades.

      Excluir
    4. "reconstruir o mal feito no passado"....

      Sorte que o Jordi não entrou nesta ladainha.

      Excluir
    5. Sandro, acho que sua opinião é coisa de "licenciadozinhos arrogantes que não conseguem ver o óbvio e vivem agarrados à "importância" do próprio canudo."

      Excluir
    6. Prezado Anônimo das 13:39
      É dificil mesmo conviver com este bando de iluminados que acham que estão salvando Joinville de todos os males ocasionados pelas administrações anteriores.
      A ideia de que eles estão reconstruindo uma cidade destruida por ondas interminaveis de povos barbaros, não lhes permite enxergar que das suas revitalizações não vai sobrar pedra sobre pedra.
      É dificil inclusive manter qualquer conversa inteligivel com gente que pensa desta forma. Mas estamos todos a fazer um esforço.

      Excluir
    7. "É dificil mesmo conviver com este bando de iluminados que acham que estão salvando Joinville de todos os males ocasionados pelas administrações anteriores.
      A ideia de que eles estão reconstruindo uma cidade destruida por ondas interminaveis de povos barbaros, não lhes permite enxergar que das suas revitalizações não vai sobrar pedra sobre pedra.
      É dificil inclusive manter qualquer conversa inteligivel com gente que pensa desta forma. Mas estamos todos a fazer um esforço."

      FABULOSO!!! Tão bom ou melhor que o texto original.

      Excluir
    8. Agora f*d#u! Avisem quando marcarem o local do encontro. Vai ter torcida, igual antigamente a guriada fazia!
      Vamos Zé Biscoito?
      Zé Bolacha

      Excluir
    9. Sandro, eu fui o anônimo que citou "licenciadozinhos arrogantes que não conseguem ver o óbvio e vivem agarrados à "importância" do próprio canudo."

      Só não concordo exatamente com o que você escreveu sobre os "anônimos". Até porque o Blog permite minha existência.

      De resto, achei sua colocação perfeita. Irretocável. Sinto a mesma reação com este ataque pessoal efetuado com a frase citada. Respeito é bom, todos gostam.

      Panaca é o mínimo.

      Só lamento que um talentoso chargista não tenha entendido o que escrevi. Mas tudo bem, provavelmente é um dos preços que pago pela falta de talento próprio neste sentido. Sendo assim, dentro destas circunstancias e ante sua inesperada chateação, peço desculpas.

      Só um panaca mesmo para escrever uma frase daquelas...
      Respeito, e muito, seu "canudo".

      Sem ironia alguma, acredite, obrigado pela resposta e reação.

      Excluir
    10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    11. Concordo em parte contigo Sandro. Porém, além da perseguição da oposição e da imprensa, acho que o empreguismo de 400 companheiros que até hoje não sabem de que lado está o Norte e o Sul também deve contribuir para alguma coisa. Tem gente semi-analfabeta mandando em engenheiros, biólogos e geólogos.
      Também o fato de ter se abraçado com o Diabo para conseguir uma fatia da Câmara e alguns aliados para a reeleição devem significar alguma coisa.
      Resumindo, não é só por conspirações que o nosso ex-deputado tá com o filme tão queimado.

      Excluir
  6. Eu sei, caro Jordi, concordo com você. Capacidade para legislar, ouvir os anseios e mediar para um consenso não necessariamente são atributos que implicam em capacidade de ser um bom administrador da coisa pública, de mandar e fazer acontecer.
    Mas entre um Carlito de um lado, e um Tebaldi, Kennedy ou Darci do outro, o que você faria?
    Bem, eu não consideraria anular ou votar branco porque a Justiça Eleitoral simplesmente ignora a validade dessa opção do eleitor - um erro a meu ver - e nesse caso, me orientaria numa ética utilitarista para escolher o menos pior, que na minha concepção seria o Carlito.

    ResponderExcluir
  7. Não saber fazer (por a mão na massa como dizes) é realmente complicado, mas a história mostra que quem sabe escolher quem saiba fazer, para assessorá-lo, funciona. Me parece que o que aconteceu foi não saber fazer e nem saber escolher quem fizesse direito. Dai fica realmente dificil. Ser vereador e deputado é ser arremessador de laranjas....o problema é que ser executivo resulta em saber receber as laranjadas. Na campanha mostra-se tudo tranquilo e fácil de resolver (dinheiro sobrando , saude educação de fácil solução, aumento para os servidores uma tranquilidade, etc..) o que demonstra de duas uma, ou falta de estudo e conhecimento da realidade ou sofisma e embromação para com o eleitor. Uma ou outra e pior, não tem estrutura para receber as laranjandas, faz acontecer o que aconteceu nestes 4 anos perdidos para Joinville.....NADA.....

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você Jordi.
    é um bom deputado para Joinville , mas como alcaide deixou a desejar , talvez pelos motivos que você enumerou.
    Também concordo que a inoperância não deva fazer parte do Carlito como indivíduo , mas seu partido tem esta característica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um erro confundir a pessoa do prefeito, com a sua gestão. O inferno esta cheio de bem intencionados. O seu governo não pode ser considerado bom, nem mediocre é ruim.
      Carlito não tem sabido escolher uma equipe competente e hoje paga o preço por isso.

      Excluir
  9. No geral, mesmo que não seja assim uma "Brastemp", o Carlito está muito melhor que a última gestão do "Teobaldo"

    ResponderExcluir
  10. Enquanto outros integrantes deste blog são alucinados em cima de um trator de demolição, o Jordi tem um "timing", uma sensibilidade e perspicácia que chama a atenção.

    Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  11. O discurso de política como gestão/administração é apenas um discurso. Procurando legitimar um grupo que teria a expertise, o saber técnico de governar. Mas isso já existe, é a burocracia estatal! Todo cargo eletivo é político e necessita do capital político, esvaziá-lo é uma estratégia. Os cargos eletivos para o executivo, estão longe de serem administrados tal qual uma empresa.

    ResponderExcluir
  12. Você me surpreendeu Jordi. Desde quando acompanho seus textos, acho que é a primeira vez que reconhece qualidades na pessoa do Carlito. Entre defeitos e gestão aliados a uma oposição e uma imprensa por vezes leviana - que metralha com a desinformação - a cidade de Joinville e o seu povo ganhará sempre com o mais honesto e menos demagogo. E se a informação real prevalecer, em outubro teremos boas surpresas.

    ResponderExcluir
  13. Carlito é de fato um bom homem. De muitas palavras e de poucas ações. Cada um tem seu talento e é evidente que o de Carlito não recai no Poder Executivo.

    Zé Biscoito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahahahaha, Zé Biscoito? Prazer, Zé Bolacha!

      Excluir
  14. Parabéns pelo texto Jordi. Em grande parte também comungo das tuas colocações. Na verdade eu já fui um grande "sonhador" em relação ao PT. Acreditava piamente que aquele pessoal destemido de outrora, ao assumir o poder iria fazer a diferença. A decepção foi gigante justamente por fazerem ao contrário. Igualaram-se por baixo aos piores partidos e pessoas possíveis. Haja vista Renan, Collor , Jader e Sarney a nível federal. Escrevi já no primeiro ano no AN e no site do Toninho Neves e outros blogs que o maior cabo eleitoral do Tebaldi seria o prórpio "Carlitos" - eu sei que é sem s - , mas é que a comparação com o outro famoso é inevitável. Voto meu o PT não gfanha nem para síndico , exceto os xiitas e autênticos tipo Adilson Mariano.

    ResponderExcluir
  15. " sandro schmidt16 de maio de 2012 09:15

    Comparando com LHS e Tebalfi,Carlito faz um bom governo,tem é muita propaganda negativa dos adversarios e de segmentos da imprensa! "

    É isso aí, comparem a cobertura dos " jornalistas " em adms anteriores, o dia a dia.

    Notem como eles se tranformaram em "zelosos" defensores do "intereresse coletivo" de 2009 pra cá, tem um aí que só se refere ao Tebaldi e LHS como " o meu amigo " e outro aí com problema de dicção que chamou Carlito, início de 2008, antes da eleição, de "eterno candidato" , pq se dependesse dele Carlito nunca seria prefeito, quebrou a cara.

    O autor do texto diz que o mandato de Carlito se "aproxima do fim"

    É vatícinio ou desejo(in)consciente ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Sandro

      Este governo conclui no dia 31 de dezembro. Se o Carlito se reeleger será para um novo mandato.
      Simples assim.

      Excluir
    2. Jordi...o Anonimo colou minha resposta a dele...separe-as...

      Excluir
    3. Eu coloquei aspas

      Excluir
  16. Se compararmos os governos do LHS e do Tebaldi,o
    governo do Carlito tá fazendo um bom governo!

    ResponderExcluir
  17. Realmente uma coisa é ser oposição, outra é ter o poder nas mãos .. Quantos de nós cobramos os nossos deputados e senadores catarinenses ??? A política, não consiste apenas na esfera local, mas também em todos os níveis, inclusive no âmbito nacional ...
    Infelizmente muitos gostam apenas de criticar, mas não oferecem nenhuma solução para o município .. Quando chove na cidade, e alaga as ruas, não faltam críticas e montagens com o prefeito, lhe atribuindo a culpa pelas enchentes em nossa cidade.
    De fato, como ele tentou várias vezes a prefeitura, gerou-se uma grande expectativa em seu mandato, bem como também na gestão de Lula. Enfrentar os grandes problemas da cidade não é fácil .. Acabar com a situação caótica do São José, Melhorar o trânsito do município, investimento na educação, passe livre para os estudantes, são temas muitos usados pelos políticos, porém devemos separar o Joio do Trigo ... Falar o que todos querem ouvir é fácil, abandonar o barco como fez Kennedy Nunes e dizer depois que foi " Traído " é fácil, porém o mais difícil é aguentar a pressão de ter o poder nas mãos ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Emerson Petri ,
      Como você mesmo diz "enfrentar os grandes problemas da cidade não é fácil .. " por isso mesmo, quem não tem uma equipe boa, planejamento , verba, acesso ao governo federal, peito e outros atributos, Não deve se candidatar a prefeito da maior cidade do Estado. A não ser que esteja pensando em benefícios próprios. Quando citei "peito" , é porque quase tudo em Joinville , vira polêmica. Vai de uma simples poda de árvore num aeroporto a limpar o fétido rio cachoeira. Joinville está tão abandonada , que se o prefeito que quiser realizar as obras necessárias não tiver "peito" nada será realizado. E a cidade cresce a olhos vistos, os bairros já estão interligados com Araquari e só não atravessou a Baía da Babitonga por falta de ponte, senão .....
      Quando vc diz que todos criticam e ninguém dá sugestões viáveis, vou citar apenas algumas:
      - fechamento imediato de todas as sub-prefeituras e corte de cargos comissionados pela metade;
      - transferencia do terminal de ônibus do centro , para a quadra ao lado do mercado municipal.No lugar do terminal, construir um edifício garagem , para aliviar os espaços para estacionamento que inexistem no centro. Em baixo (subterraneo) desse prédio, seria construido um gigantesco reservatório de água , que iria minimizar as enchentes na área central. Após as chuvas , essas águas seriam bombeadas de volta ao cachoeira. Esse edificio garagem, seria construido em estilo enxaimel e seria um cartão postal da cidade. Fora que o trânsito na área central seria melhorado, haja vista a não circulação de ônibus naquele local.
      - as obras nos bairros seriam feitras, bairro a bairro um de cada vez. Quando a PMJ fosse para aquele bairro, iria com todo seu staf;
      - basta criar, estudar e aprender a fazer projetos bem feitos. O o governo federal tem verba sobrando para quase tudo e a PMJ tem se não me engano 100 funiconários;
      - A secretaria de Obras , tem que ser valorizada com pessoas , máquinas e equipamentos para que as pequenas e médias reformas sejam feitas pela Prefeitura e não por empreiteiras;
      E assim vai sucessivamente, agora imagine essas sugestãos aprimoradas por engenheiros e técnicos e um prefeito com "peito" de fazê-los????

      Dá ou não dá certo???

      forte abraço


      Paulo Curvello

      Excluir
    2. De fato seu raciocício é interessante ... O problema que dos " grandes " candidatos a prefeito fica difícil .. Tebaldi teve seu espaço e como disse você, não teve " peito ". Kennedy quase não se movimenta na AL e prefere usar o seu jornal para criticar e manipular manchetes no estilo Veja de ser ... De acordo com o próprio Senador Luiz Henrique, Udo tem um perfil mais técnico, de gestão, e não tão político, o que o dificulta " ter peito ". Ainda mais porque a CDL é contra a transferência do terminal central, e todos nós sabemos a estreita ligação da ACIJ com a CDL.
      O jeito é esperar até Outubro para saber qual deles terá a coragem necessária para fazer um governo em benefício de todos, e não apenas um gestão que seja em seu benefício próprio ...

      Excluir
    3. Curvello, dentre os teus citados, a tua primeira sugestão veio para a Câmara, em forma de projeto do executivo, entretanto PMDB e PSDB não queriam que esta atitude fosse tomada neste período. Parecer contrário.

      Excluir
  18. Ando bastante pela cidade, e vejo semanalmente casas e ruas sendo abertas nas áreas rurais da Estrada da Ilha, Timbé, Vigorelli, Anaburgo, Paranaguamirim, Morro do Amaral, Santa Catarina, etc. De que adianta discutir Plano Diretor, ARTs e expansão de perímetro se nem da casa sabemos cuidar?
    A fiscalização é eficiente para multar quem poda um galho de árvore para entrar em casa, embargar uma obra ao lado de uma poça d'água, fechar um comércio por um detalhe burocrático, e por aí vai.
    E neste governo não mudou nada, temos que provar diariamente que não somos bandidos, e os verdadeiros deitam e rolam.

    ResponderExcluir
  19. O Jordi foi implacável e impiedoso. A paulada mais forte que já deu no Carlito.

    TW

    ResponderExcluir
  20. Anônimo16 de maio de 2012 13:49

    Sandro, acho que sua opinião é coisa de "licenciadozinhos arrogantes que não conseguem ver o óbvio e vivem agarrados à "importância" do próprio canudo."

    Hummm. Então vamos lá "Anonimo":

    Responderei de 02 maneiras,primeiro como arquiteto licenciadozinho arrogante.

    O fato de eu achar o governo Carlito bom,é uma opinião minha,não precisas concordar.Mas já que fostes pro pessoal...Paguei minha faculdade,estudei em escola pública,e há 30 anos trabalho na construção civil.Só não fui pedreiro,o resto de vendedor de picolé pra frente,fiz.

    Esse arrogante aqui,projetou 60 prédios em Joinville e no Mato Grosso,é responsável técnico também pelo Hospital Vida do Pro-Rim..40.000,00m2,foi convidado a trablhar no IPPUJ e por divergencias,sai depois de 03 meses.Bom,acho que devo dar créditos ao meu canudo.

    Agora respondo como chargista,caro Anonimo: Bastardo é quem não leva o nome do pai,sendo assim quem nem o nome da mãe tem,é anonimo ou filho de chocadeira.Se quiser falar qualquer coisa sobre a minha profissão ou sobre minha pessoa,fale pessaolmente,escolha local,motivo e a razão,pois lhe dou 02 socos de vantagem.Não mexas com quem nasceu e sobreviveu nos anos 70e 80 no antigo Guanabrara,panaca.Fico a disposição...se bagos tiveres!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandro, eu fui o anônimo que citou "licenciadozinhos arrogantes que não conseguem ver o óbvio e vivem agarrados à "importância" do próprio canudo."

      Só não concordo exatamente com o que você escreveu sobre os "anônimos". Até porque o Blog permite minha existência.

      De resto, achei sua colocação perfeita. Irretocável. Sinto a mesma reação com este ataque pessoal efetuado com a frase citada. Respeito é bom, todos gostam.

      Panaca é o mínimo.

      Só lamento que um talentoso chargista não tenha entendido o que escrevi. Mas tudo bem, provavelmente é um dos preços que pago pela falta de talento próprio neste sentido. Sendo assim, dentro destas circunstancias e ante sua inesperada chateação, peço desculpas.

      Só um panaca mesmo para escrever uma frase daquelas...
      Respeito, e muito, seu "canudo".

      Sem ironia alguma, acredite, obrigado pela resposta e reação.

      (reinseri este post aqui pois o post originário do Sandro foi apagado e tolheu o sentido de minha resposta lá no topo)

      Excluir
  21. Sandro Schmidt16 de maio de 2012 15:49

    Tá, aceito as desculpas...só não sei como faço para desmobilizar o Mamão,o Dente Podre,o Cachorro Louco e o
    cara que descobriu teu endereço e teu IP,o Coisa Ruim!?

    Guanabara é punk,deu start os caras tomam iniciativa...mas fique tranquilo,a ordem foi só pra quebrar uma das pernas.

    p.s -Voce não é perneta,é?
    Excluir

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  23. Carlito político perdeu meu respeito faz 10 anos ,quando me telefonou do seu gabinete na Câmara dos Deputados ,querendo se defender de uma crítica pública que havia lhe feito por emporcalhar a cidade com seus cartazes nos postes. Achou ele na época que poderia me convencer com um discursozinho de que todos faziam o mesmo.

    Recuso-me a aceitar que justifique-se uma administração letárgica e inepta porque outras anteriores também foram.

    Infelizmente para nós quase 4 anos passaram sem nada que possa ser lembrando dentro de 20 anos. Continuo achando que para coroar esta administração só faltaria um "mergulho no rio cachoeira"

    ResponderExcluir
  24. Pessoal, estou ficando deprimido e penalizado com esta onda conspiratória sobre o nosso prefeito.
    Vamos combinar o seguinte: enquanto não chegar 2014 para podermos reconduzi-lo para Brasília, vamos fazer um lobby nas próximas eleições para a chefia do Condomínio Itaiguara.
    É o minimo que podemos fazer pelas belas luminárias que estão colocando na beira-rio, e que será a marca da sua gestão.

    ResponderExcluir
  25. Eita a chuva está acida neste post e comentários hehehe !

    ResponderExcluir
  26. "como vice-presidente da ACIJ, defendendo uma proposta que não inviabilizasse o desenvolvimento e que não tratasse o cidadão como um criminoso."

    Uma pergunta. Qual era esse cidadão ? O empresário ? Pois, na condição de vice-presidente da ACIJ, só vejo a defesa do empresariado local.


    maikon k

    ResponderExcluir
  27. o grande erro do Carlito foi não ter contratado o Jordi Castan. Para qualquer coisa que ele fosse vitrine. Presidente da Fundema, do IPPUJ, da CONURB. Metade das críticas não teriam sido feitas, pois a imprensa local não é inteligente o bastante, precisa ser municiada. Para burro o Jordi não serve, ele abasteceu muita gente que tinha microfone na mão. Agora, que o mandato do prefeito vai chegando ao fim, faz o papel de bom moço. Vai que o Carlito aprende e no 2o. mandato contrata o filho pródigo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anônimo

      Alem de mal informado você acumula as características de estulto e maldoso, a maldade no seu caso pode ser justificada pela manifesta desinformação.

      Não sou filiado a nenhum partido politico e nunca fui

      Não tenho portanto nenhum projeto politico pessoal

      Não almejo nenhum cargo público e como já manifestei, se convidado for não aceitarei.

      Não pretendo ganhar outro dinheiro que não seja como resultado do meu trabalho e do meu esforço.

      Excluir
  28. se ele quiser trabalhar como gari eu voto x)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há eleição para garí. Se ele optar por este trabalho não precisara do seu voto.

      Excluir
    2. Que tu não goste da atuação do prefeito ou dele mesmo, é um direito teu. Agora, apelação não né?
      Não que gari não seja um trabalho digno, mas não é o caso! Estás sabendo que pessoas ligadas ao serviço de limpeza terão aposentadoria por insalubridade? Com 25 anos de serviço prestados, já podem ir ao INSS com sua carteira de trabalho e requerer sua aposentadoria. Eles merecem, não achas?
      Zé Bolacha.

      Excluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem