terça-feira, 13 de novembro de 2012

Árvores de Joinville


11 comentários:

  1. Faltou algumas pipas nas fiações rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joinvilense é um povo muito ordeiro. Nem pipa solta.

      Excluir
  2. E pensar que um simples decreto do prefeito, permitindo somente ligações subterrâneas (do poste da celesc até o consumidor final), eliminaria 90% da fiação que transpõe as ruas e 50% da quantidade de fiação que incomoda as árvores e obriga os "técnicos" da Fundema a "podar" as arvores de maneira tão sútil... Mas ia incomodar muita gente graúda do governo estadual e da celesc, além das criticas sobre o retalhamento do asfalto a curto prazo... O UngiDO não teria coragem suficiente...

    nelsonjoi@bol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, o Prefeito decreta, e, do dia pra noite, todos os postes da cidade somem. Fácil assim.

      Faceis também são todos os obstáculos que aparecem a partir dessas instalações, como buracos em todas as calçadas pela cidade inteira. Se já reclamam por aí dos buracos feitos para a instalação de esgoto, algo bilhares de vezes mais importante do que "os emaranhados de fios na cidade", imagina o quanto vão reclamar de burcos por todo o centro, impossibilitando a passagem dos transeuntes?

      E tão fácil quanto toda a manutenção, como ter que abrir um buraco na rua toda vez que quiser consertar uma falha, causada pela infiltração, por exemplo, problema comprovado desse tipo de estrutura.

      Excluir
    2. Poizé né zé... Na via gastronômica foi possível...

      O que eu te digo é que é possível e precisa de um planejamento a longo prazo.

      O decreto se faz do dia para a noite sim, já os postes continuam existindo por todo o sempre.

      A sugestão é que as ligações novas tenham que ser subterrâneas para evitar que as ligações secundárias se deem por cima da via pública.

      O trafo 380/220 continua seguindo o posteamento lindeiro as calçadas.

      Quem já tem ligação existente teria um tempo para se adequar.

      Organizar-se-ia a malha o que diminuiria sensivelmente a poluição visual.

      Discute-se tanto a implantação de fiação subterrânea para organizar a cidade, inclusive com viagens de comitivas a outras cidades que assim fizeram e deu certo e vem um mané fazer um comentário ridículo desses... Deus me livre...

      Nelson Joi

      Excluir
  3. Muito bom Sandro, retrato oficial das nossas árvores. Legislação existe, mas duvido lugar para pendurar tanta fiação e placas em postes como aqui. FISCALIZAÇÃO ZERO.
    E outra, a Fundema está anunciando o plantio de 5.000 árvores no apagar das luzes. Vai sobrar para o tio Udo ter que explicar o padrão, as espécies, locais e principalmente o tipo do serviço que vão fazer. Se é que vão fazer...

    ResponderExcluir
  4. Creio que os postes já estavam lá antes da maioria das árvores.Então por que cargas de chuva,plantar as árvores tão próximas a rua?? Porque não próximas aos muros,limites dos lotes?

    Raízes vão quebrar muros...há várias espécies que tem raíz longa,
    é só pensar um pouquinho!

    ResponderExcluir
  5. Fiação Aerea é insegura e barata Opção imposta pela ESTATAL Celesc

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem