quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Promoção! (válida somente para os amigos de direita)


POR FELIPE SILVEIRA
 Agora é oficial. Vou dar um prêmio para o primeiro que me apresentar uma boa ideia de direita. Ah, não é uma boa ideia para encher os bolsos de dinheiro. É uma boa ideia para a sociedade, para as pessoas, para promover mais igualdade e justiça. Valendo!
Há duas semanas eu escrevi por aqui que não é preciso ter muita leitura pra falar das ideias de direita. As que eu conheço pregam o ódio, o preconceito, a riqueza para poucos, essas coisas, que, em geral, sabemos que são ruins, sabe? Mas eu garanto que não conheço todas (e tenho até medo de conhecer...).

Depois desse comentário, comecei uma conversa com um amigo que questionou essa minha opinião. Diz ele que o erro da esquerda é justamente esse, de achar que “só a gente tá certo”. A discussão foi longe e, como toda boa discussão, não chegou a lugar algum.
Mas foi justamente por causa dela que decidi criar a promoção e ver se alguma alma caridosa me dá uma luz, me apresenta uma ideiazinha que seja decente, que seja em benefício do povo e não dos bolsos de poucos. Por favor!

Ah, antes de irmos para os finalmentes, acho importante contar um pedaço do debate que citei acima. Lá pelas tantas, eu disse para o meu amigo que todas as ideias boas eram de esquerda e todas as ruins eram de direita. Ele ficou indignado:
- Peraí! Tu tá dizendo que todas as ideias boas são de esquerda e todas as ruins de direita, é isso?
Eu respondi sem titubeios:
- Sim, é isso mesmo!

Como eu não queria que meu amigo ficasse indignado, expliquei o meu ponto de vista. Disse a ele que todos os benefícios que usufruímos hoje são resultados das lutas sociais. Se não trabalhamos 16 ou 18 horas por dia em troca de uns trocados para comprar pão, é porque alguém lutou por isso. E quando eu digo alguém, falo de todas as lutas trabalhistas, de todas as greves, da luta sindical. História basicona, né, gente? Alguém discorda? Ou alguém aí acha que, de repente, os patrões resolveram dividir seus lucros com os trabalhadores?

Para mim, a coisa é simples: se busca a igualdade e a justiça, é de esquerda. Se busca o lucro e o poder para quem já tem, é de direita. Na essência, é isso. Claro, há inúmeras variáveis, mas alguém aí discorda de que na essência é isso?
O desafio está lançado. Quero saber, eu juro, uma ideiazinha que seja boa e de direita.

95 comentários:

  1. Estou aqui na minha mega lancha, em Buzios, orando por você Felipe
    Silveira. Jesus te dará muitos socos, de "direita" e de esquerda.
    Mas, não cultive o ódio. Isso te fará crescer intelectualmente. Talvez em 10 anos vc tenha condições de traçar algumas linhas coerentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Póóóóóó!!! Primeira tentativa frustrada.

      Excluir
    2. Frustrado? Óbvio e ululante...

      Excluir
  2. Felipe, você não tem noção do que escreve. Se você não tivesse fugido da escola não escreveria tanta asneira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, eu sei que essa é a prática de vocês, atacar o interlocutor. Mas não funciona aqui.

      Essa foi mais uma tentativa frustrada, tão boa quanto pintar com lux color.

      Excluir
    2. Se algum dia você voltar a estudar, terminando os estudos com dedicação, talvez funcione.

      Excluir
    3. Essa é a ideia? Ficar atacando até que eu volte para a escola e o ataque surta efeito? Então a lógica me manda não voltar, certo?

      Excluir
    4. Dentro sua sua lógica, claro que sim. É este o maior problema do ignorantes. Você faz parte deste exercito.

      Excluir
  3. De direita ou de esquerda.
    Hum, nao tem mais opções?
    Eh igual ser hetero ou homo,
    Homem ou mulher, novo ou velho... Mania de dividir as pessoas em caixinhas tão especificas. Ninguem ganha com isso. Idéias boas e ruins tem em todas as cabeças, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a falta de estudo.

      Excluir
    2. se fala que não existe direita e esquerda, é de direita.

      Excluir
    3. Fernandinha, mais do que a mania de dividir as coisas é o reconhecimento e o respeito ao fato de elas serem diferentes. Há pessoas que se identificam com a direita e outras com a esquerda, e essas pessoas fazem isso baseadas nas ideias. Eu quero saber quais são as ideias das pessoas de direita.

      Excluir
    4. Eh difícil colocar todas as idéias de direita num pacote e compra-lo inteiro.
      O mesmo com a esquerda.
      Em algumas causas eu me simpatizo com a direita, noutras com a esquerda... Eh muito relativo, cada tema precisa ser discutido de forma especifica. Acredito que por isso tbem, nao existem soh 2 partidos, pela diversidade de opiniões. Por exemplo sou a favor da construção de belo-monte, a favor da legalização do aborto, do casamento entre pessoas do mesmo sexo, de tirar crucifixos de prédios públicos, de saude e educação publica de qualidade, mas recolhimento do lixo e transporte publico privatizado.... Da de classificar minha postura política em algum lado?

      Excluir
    5. Mas nunca foi a proposto que sejam vendidos pacotes por aqui, Fernanda. E nem é a ideia classificar a tua postura política, ou a minha. A ideia é, apenas, discutir as ideias de direita. Tem algumas nos comentários.

      Excluir
  4. Felipe Silveira, assista os debates Obama - Romney... vai conseguir varias ideias boas... e nao adianta simplificar, meu amigo... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é o caso de simplificar ou não simplificar amigo.

      O caso é que não se pode exigir asas de quem não tem capacidade (leia-se conhecimento) para voar.

      Excluir
    2. Obama = Bush versão negra

      Excluir
    3. Se o Romney vier aqui e publicar um comentário ele poderá concorrer ao prêmio.

      Excluir
  5. Programas como o Bolsa Família, em essência, são "ideias de direita". A esquerda tradicional defende programas sociais universalizados. A ideia de focar o investimento em quem mais precisa (economizando recursos públicos, com efeito mais otimizado) tem inspiração liberal. Taí um exemplo.

    O problema da tua avaliação, Felipe, é que tu enxerga as ideias de esquerda com olhos de mundo ideal e as de direita com os olhos da realidade. Aí a disputa fica mesmo desigual.

    Por exemplo. Uma ideia de direita bem atual é repassar a gestão de hospitais públicos para administração de entidades filantrópicas. Por uma quantia mensal, ela toca o hospital. Gasta-se menos e o público é atendido (levando em conta que quem leva o filho doente pra emergência não quer saber se o enfermeiro é celetista ou concursado, quer que ele esteja lá). No mundo ideal, uma boa ideia. No mundo real, os acordos são cheios de vícios e problemas que não preciso citar.

    Da mesma forma, quando tu fala nas conquistas trabalhistas e lutas sindicais como frutos das ideias de esquerda, esquece que elas também levaram, no serviço público, a existência de distorções por toda parte. Datilógrafos da Assembleia Legislativa ganhando 18 mil por mês tiveram uma bela luta sindical. Há muito sindicalismo lutando pelo "lucro e o poder para quem já tem".

    A esquerda não tem o monopólio da boa intenção e acreditar nisso costuma ser um de seus maiores pecados (que leva às contradições que vemos quando ela assume o poder). A não ser que você escolha, como num buffet a quilo, as ideias que te agradam como "de esquerda" e as que desagradam como "de direita".

    Buffet a quilo, taí outra boa ideia de direita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só esquece que liberais... São de esquerda... Seja lá na Inglaterra, na Europa ou nos Estates... Só aqui no Brasil que liberal se diz de direita...

      Excluir
  6. Programas como o Bolsa Família, em essência, são "ideias de direita". A esquerda tradicional defende programas sociais universalizados. A ideia de focar o investimento em quem mais precisa (economizando recursos públicos, com efeito mais otimizado) tem inspiração liberal. Taí um exemplo.

    O problema da tua avaliação, Felipe, é que tu enxerga as ideias de esquerda com olhos de mundo ideal e as de direita com os olhos da realidade. Aí a disputa fica mesmo desigual.

    Por exemplo. Uma ideia de direita bem atual é repassar a gestão de hospitais públicos para administração de entidades filantrópicas. Por uma quantia mensal, ela toca o hospital. Gasta-se menos e o público é atendido (levando em conta que quem leva o filho doente pra emergência não quer saber se o enfermeiro é celetista ou concursado, quer que ele esteja lá). No mundo ideal, uma boa ideia. No mundo real, os acordos são cheios de vícios e problemas que não preciso citar.

    Da mesma forma, quando tu fala nas conquistas trabalhistas e lutas sindicais como frutos das ideias de esquerda, esquece que elas também levaram, no serviço público, a existência de distorções por toda parte. Datilógrafos da Assembleia Legislativa ganhando 18 mil por mês tiveram uma bela luta sindical. Há muito sindicalismo lutando pelo "lucro e o poder para quem já tem".

    A esquerda não tem o monopólio da boa intenção e acreditar nisso costuma ser um de seus maiores pecados (que leva às contradições que vemos quando ela assume o poder). A não ser que você escolha, como num buffet a quilo, as ideias que te agradam como "de esquerda" e as que desagradam como "de direita".

    Buffet a quilo, taí outra boa ideia de direita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo no mundo ideal, não concordo que repassar o hospital para a OS seja uma grande ideia, pois, no mundo ideal, o Estado deveria dar essas garantias e não uma entidade filantrópica (nem tão filantrópica assim). Por isso, ideias de direita são ruins, pois tentam tirar do Estado aquilo que deveria ser sua obrigação.

      No mundo real, nenhuma entidade administra um hospital sem querer extrair algum lucro. A direita apresenta essa ideia, justamente porque sabe disso e quer tirar vantagem, enquanto boa parte da esquerda luta para que isso não aconteça.

      Excluir
    2. A obrigação do Estado é garantir o serviço. A forma como ele fornece o serviço é uma discussão de gestão e ideológica. A ideia da administração por OS não é mal-intencionada em si. Pode ser em sua execução. Assim como toda a ação do Estado.

      Excluir
    3. E lá vamos nós...

      Todo o esforço social e empenho a favor da igualdade de oportunidades e dos direitos de cidadania reflete não na questões de gêneros,em discursos teorizando a justiça social deste ou daquele sendo de direita ou esquerda,certo ou não o modo de administrar através das OS (depende do interesse imbutido)...e muito menos em mecânismo políticos compensatórios.

      A equiedade é o ponto!!!
      Talento,competências ...
      A direção mais acertada é na
      Educação voltada para
      o SER o APRENDER o CONVIVER e o FAZER
      e não nos partidos políticos que se preocupam com a próxima eleição.

      Acredito muito na Educação que favoreça a equiedade e não somente a igualdade,dela surge condições para que o povo possa seguir na competição e buscar seu lugar ao sol.

      Foi ótimo ler o que todos escreveram!!!

      Excluir
    4. Penso muitas coisas quase como o Felipe. Só vejo que faltou um detalhe nos comentários e respostas que li: Ideias boas e ruins podem vir de qualquer pessoa, com qualquer ideologia.

      Agora a natureza da ideia não muda. Por isso vemos partidos de esquerda, agindo como liberais, como o PT em Joinville. E propostas boas na eleição norte-americana disputada por dois candidatos de direita.

      Excluir
    5. Reiterando... Liberalismo é de esquerda... Quando foi que resolveram 'endireitar' os liberais que tanto se opuseram aos conservadores?

      Excluir
  7. Privatizar o ensino. desde a base até a pós graduação.

    ResponderExcluir
  8. Privatizar todo o ensino, da base até a pós graduação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está falando isso de verdade ou é uma brincadeira? (Tenho dificuldades com isso)

      Excluir
  9. Formas de aumentar o respeito pelo professor na sala de aula, reprovar quem merece ser reprovado.

    Legalizar a maconha. Parar com a história do desarmamento.

    Legalizar aborto, eutanásia.

    Baixar idade penal e permissão de dirigir para 16 anos.

    Minimizar a burocracia para se abrir e fechar empresas. Simplificar os impostos.

    Privatizar aeroportos HAHA

    Investir em presídios-trabalho, aumentar investimentos em segurança pública.

    Diminuir a fatia do bolo dos impostos que vai para a União e aumentar a dos municípios.

    Tornar a gestão pública mais democrática e eficiente.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. Isso tudo são ideais de esquerda tbm. Com exceção de minimizar a burocracia que é de ambos os lados e da questão da privatização, mas tudo o que tem de ser priviatizado hoje foi obra da direita megalomaníaca(a esquerda ainda não tinha tomado poder). Então é consertar o próprio erro, não vale como boa ideia "de direita".

      Excluir
    2. Hauhauhauahua
      E é o Felipe que precisa estudar.

      Sem mais comentários para o momento.

      Excluir
  10. Tem uma idéia, que deve ser boa, eu acho. Ela é típica da direita mas foi adotada com grande simpatia até pela esquerda radical do PT, que a abençoou.

    O mensalão!...

    Agora, falando sério.
    Ô Felipe! Menos raivinha e mais humildade vai...

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente esse post do Felipe espelha o atual debate político no Brasil, um verdadeiro Fla-Flu onde as pessoas não tem pensamento crítico e sim torcidas organizadas de pensamentos enraizados. E porque isso acontece? Um dos motivos eu acho que é por desconhecimento, o cara fala de direita e esquerda e nem sabe exatamente o que é isso. Não sabe que foi uma denominação que surgiu na revolução francesa e que designava o lado em que sentavam os jacobinos (reformistas) e os girondinos(conservadores).
    Afinal direita e esquerda não é, felizmente, nada disso que o Felipe coloca ai em cima. Para viver em sociedade a mesma criou uma estrutura chamada Estado que é responsável pela sua organização. A esquerda acha que esse Estado deve balizar as ações econômico sociais de uma maneira mais acentuada, enquanto a direita considera que quanto menos Estado melhor. É só isso.
    Ganhos sociais não são privilégio nem de esquerda nem de direita.
    Dependendo da estrutura sécio-econômica e histórico-cultural de um país um modelo com mais Estado pode ser o melhor ou não.
    O sistema econômico capitalista, o mais eficiente sem sombra de dúvida mas também o mais injusto, requer um estado mínimo. Mas é óbvio que precisamos do controle e fiscalização do estado até certo ponto e esse equilíbrio é muito dificil de ser alcançado.
    Todo mundo quer justiça, igualdade, lucro e poder, tanto de direita como de esquerda. Apenas os métodos podem ser diferentes. E não existe método certo nem errado tudo depende das circunstâncias que eu coloquei acima. Essa essência que voce cita não existe e as boas idéias podem ser tanto de direita como de esquerda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teu comentário é completamente descompromissado com a História, Antonio. Qual é o ganho social que a direita propõe. É só isso que eu quero saber.

      Eu não quero criar clima de Fla x Flu nenhum. Eu quero que eu, você e os demais participantes desse debate pensem sobre suas bandeiras. Eu penso sobre a minha e gostaria de pensar sobre a outra, a da direita. Acontece que ninguém é capaz de me apresentar um ganho social proposto pela direita. Eu acho que não tem e quero saber se tem. Só me digam o livro que tenho que ler e assim eu farei.

      Excluir
    2. Felipe você atingiu um objetivo:
      gerou a reflexão de idéias!!!

      Fez tremer o blog...e é isso ai!!!

      Excluir
    3. Obrigado, Tatiana. A ideia é essa. Não tremer, mas debater.

      Excluir
    4. Felipe, o ganho social é uma sociedade com oportunidades para todos crescerem através do seu trabalho. Onde é mais fácil uma pessoa ascender socialmente: nos EUA ou na Rússia? Na Inglaterra ou em Cuba?

      Até Jesus já sabia disso. Lembra da história do dar o peixe ou ensinar a pescar? Acho que o "homem" era de direita, hein?

      Excluir
  12. -Democracia
    -Direitos Individuais
    -Direito a propriedade
    -Obter renda proporcional a produçao
    -Previdencia Social

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1. Democracia. É um conceito que vem dos gregos. 2. Direitos individuais? Vem de John Locke e Adam Smith, nomes na origem do liberalismo clássico, no século XVII. 3. Direito à propriedade? Vem dos "enclosures" na Inglaterra do século XVI. 4. Renda proporcional à produção? He he he. É o fim da mais-valia e, portanto, o fim do lucro e o fim do capitalismo. 5. Previdência social? Mais uma invenção dos ingleses no século XVII, com o “Poor Relief Act”, criado para proteger os mais fracos. Ou seja, nenhum desses fatores existe dentro do conceito de direta e esquerda, que surgiu apenas no final do século XVIII, com a Revolução Francesa. PASSARINHO

      Excluir
    2. Exato. Basta agora pesquisar onde estas ideias fazem ou fizeram parte mais significativa. Nos governos capitalistas ou nos comunistas?

      Excluir
    3. Mas como foi que a conversa chegou a esta simplificação? Defina governos capitalistas e comunistas. Por exemplo, a China é...? Dê o nome de três governos comunistas (mas com a condição de excluir o capitalismo de estado). PASSARINHO

      Excluir
    4. Mais simplificado ainda:

      Direita: Capitalista
      Esquerda: Comunista

      Felizmente o comunismo acabou, os que sobraram estão com os dias contados, espero que democracias liberais brotem para o bem dos povos.

      Excluir
    5. Viu só Dirk? É disso que o Felipe tá falando. Tu é o exemplo do cara de direita. Não tem um único argumento estruturado. Não respondeu às perguntas porque não sabe as respostas. Não sabe definir o que é esquerda e o que é direita. Não sabe o que é comunismo ou capitalismo de estado. Não quer saber de estudar. Acredita que slogans tolos são suficientes para uma discussão. Não sabe porra nenhuma e nem quer saber, porque tá cheio de certeza. Tem apenas prenoções que são simplificações grosseiras típicas da direita. E acha que está sempre certo. Isso é ser de direita. PASSARINHO

      Excluir
    6. Desculpe, iluminado mestre.

      Excluir
    7. Que coisa Anônimo das 7:50. A sua descrição retrata exatamente que e' o Felipe Silveira. Alias, acho que você e' ele.

      Excluir
    8. A China hoje é capitalista mas comandada de forma ditatorial pelo Partido Comunista. Isso sim que é coerência ideológica...hein?
      Pelo menos a direita é sincera e não posa de heroína dos fracos e oprimidos enquanto trabalha nos bastidores por um plano de poder que privilegia poucos (os do Partido).

      Entendeu, Little Bird?

      Excluir
    9. E tem outra, caro Anônimo das 15:06. Todos esses pensadores que você pesquisou na Wikipedia são ícones do capitalismo e, portanto, por definição, de direita.

      Excluir
  13. Se o Felipe tivesse alguma noção de como é idiota, teria vergonha de escrever isto.

    ResponderExcluir
  14. Um dos post's mais idiotas que já li! Só me fez perder tempo!

    ResponderExcluir
  15. Agora que o Baço vai defender o tio Udo ele poderia "sabonetear" por aqui.

    ResponderExcluir
  16. Felipe, entendi perfeitamente o que tentou passar, e concordo em parte. Também acho que, de forma simplista, a esquerda quer o justo/coletivo e a direita manter os privilégios com a velha desculpa da meritocracia. Quem não conseguiu até agora captar a questão das cotas, não adianta tentar explicar o restante.
    O problema, meu caro, é aquilo que o Orwell já descreveu na sua Revolução dos Bichos. Um exemplo: José Dirceu, revolucionário, combatente da ditadura, um dos responsáveis pelo processo de democratização deste País e das conquistas pela inclusão de milhões de pessoas ao mundo do consumo de bens e da melhor qualidade de vida. Até aí tudo bem. Mas ele falar que não teve lucro algum com isto, morando num luxuoso condomínio paulista, consumindo viagens, champanhe, charutos e roupas de grife, é no mínimo querer gozar da nossa cara. Acho sinceramente que enquanto a "profissão político" não for extirpada do nosso sistema político, fica muito difícil reconhecer quem é de direita e de esquerda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas, Manoel, é ideia aqui é discutir as ideias.

      Excluir
    2. Boa Manoel. A natureza humana sobrepuja a utopia teórica. E é por este motivo que os pensamentos esquerdistas são ainda muito mais falhos do que os de direita.

      Excluir
  17. O Felipe é o soldado perfeito para que os comandantes da esquerda joguem o jogo.

    Alguém tem que acreditar neste amontoado de bobagens para legitimar os atos governamentais da esquerda (na direita é a mesma coisa). Se eu me lançasse pela esquerda a algo, queria o Felipe como meu cabo eleitoral. Não muito perto, mas, a uma distancia segura ele é um bom peão no tabuleiro. Bucha de canhão das boas, vai sem medo.

    ResponderExcluir
  18. Deixa eu ver se eu entendi. Se você fosse ponta-esquerda, gostaria que eu fosse uma espécie de Jorge Henrique canhoto, jogando ali na cobertura, fazendo o primeiro combate, é isso? Cuidado com a bola nas costas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ele quis dizer que você seria o cara que ele escalaria para dar porrada no Messi.

      Excluir
    2. Se você fosse bom no entendimento das coisas você não teria escrito este texto tolo.

      Excluir
  19. Lendo os comentários, eu fico pensando: votar no pt ou apoiar o Carlito faz da pessoa ser de esquerda? Gostar do Lula faz a pessoa de esquerda? O PT é de esquerda? O que faz uma pessoa ser de esquerda em Joinville?
    Maikon K

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para o autor, quem vai no Stammtisch é de direta, e ainda é um idiota alienado.

      Excluir
    2. Não que seja um idiota por completo, mas está no caminho certo para estupidez.
      Maikon K

      Excluir
    3. E você, que entendeu isso, é um retardado. Só prova que tua capacidade de interpretação de texto é a de um jumento.

      Excluir
    4. Digamos que você não tenha amarelado, digamos que você não tenha se arrependido das bobagens que você escreveu no texto da bolha e digamos que você não esteja tentando consertar a cagada e criando novos entendimentos para a porcaria do texto (coisa que não acredito).

      Se assim for, o dia que você descobrir que você é que é o jumento, talvez você evolua e comece a escrever de modo claro e consiga passar de fato o que você pensa.

      Excluir
    5. Digamos que um dia você aprenda a ler, mas eu também não acredito nisso.

      Excluir
  20. Eu sentia saudades da tosquice do Felipe aqui no Blog. Seja bem vindo novamente.

    ResponderExcluir
  21. Bom, até agora ninguém ganhou o prêmio do Felipe...Vamos se esforçar ae galera...kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  22. Opa, não consigo lembrar de uma sequer. Mas agora me ocorreu um idéia!!! Vou entrar no site do DEM e do PSD para ver se encontro alguma! Já volto....

    Opa... Voltei... Não achei nada...Vou continuar procurando...

    Quem sabe se você desse um um prêmio para o vencedor, (tipo uma biobrafia do Roberto Marinho, ou do Vitor Civita) o povo não se esforçava mais??!!!

    Nelsonjoi@bol.com.br

    ResponderExcluir
  23. Até pensei em fazer uma rápida pesquisa (não para descobrir umas 30 ideias, pois já as tenho na cabeça, mas para embasá-las, coisa rara e exótica, eu sei), mas diante do que li nos comentários, reflexo do baixíssimo nível do texto-base em si, desisti. Não vou jogar pérolas aos porcos...

    ResponderExcluir
  24. Escolhi um texto que responde bem às certezas do seu autor. By Antonio Prata:
    A esquerda acha que o homem é bom, mas vai mal - e tende a piorar. A direita acredita que o homem é mau, mas vai bem - e tende a melhorar.
    A esquerda acusa a direita de fazer as coisas sem refletir. A direita acusa a esquerda de discutir, discutir, marcar para discutir mais amanhã, ou discutir se vai discutir mais amanhã e não fazer nada.
    Diante do envelhecimento, os dois lados se dividem. Faça plásticas, diz a direita. Faça análise, diz a esquerda. Você tem que se sentir bem com o corpo que tem, diz a esquerda. Sim, é exatamente por isso que eu faço plásticas, rebate a direita. Neurótica! - grita a esquerda. Ressentida! - grita a direita.
    A direita vai à academia, porque é pragmática e quer a bunda dura. A esquerda vai à yoga, porque o processo é tão ou mais importante que o resultado. (Processo é de esquerda, resultado, de direita).
    Um estudo de esquerda talvez prove que o povo de esquerda, mais preocupado com o processo do que com os resultados, acaba com a bunda mais dura, pois o processo holístico da yoga (processo, holístico e yoga são de extrema esquerda) acaba beneficiando os glúteos mais do que a musculação.
    Dieta da proteína: direita. Dieta por pontos: esquerda. Operação de estômago: fascismo. Macrobiótica: stalinismo. Vegetarianismo: loucura.
    As coisas mudam, dependendo da perspectiva: ao lado de um suco de laranja, Guaraná é de direita. Ao lado de uma Coca-Cola, Guaraná é de esquerda.
    Leão, urso, lobo: direita. Pinguim, grilo, avestruz: esquerda. Formiga: fascismo. Abelha: stalinismo. Cachorro: social democrata. Gato: anarquista. Rosa: direita. Maria sem-vergonha: esquerda. Grama: nacional socialismo. Piscina: direita. Cachoeira: esquerda. Lápis: esquerda. Caneta: direita. Axilas, cotovelo, calcanhar: esquerda. Bíceps, abdomem, panturrilha: direita. Nariz: esquerda. Olhos: direita.
    Liquidificador é de direita. (Maquiavel: dividir para dominar). Batedeira é de esquerda. (Gilberto Freyre: o apogeu da mistura, do contato, quase que a massagem dos ingredientes). Mixer é um caudilho de direita. Espremedor de alho é um caudilho de esquerda. Colher de pau, esquerda. Teflon, direita. Mostarda é de esquerda, catchup é de direita - e pela maionese nenhum dos lados quer se responsabilizar. Mal passado é de esquerda, bem passado é de direita. Contra-filé é de esquerda, filé mignon é de direita. Peito é de direita, coxa é de esquerda. Arroz é de direita, feijão é de esquerda. Tupperware, extrema direita. Cumbuca, extrema esquerda. Congelar é de direita, salgar é de esquerda. No churrasco, sal grosso é de esquerda, salmoura é de direita e jogar cerveja na picanha é crime inafiançável.
    Graal é de direita, Fazendinha é de esquerda. Cheetos é de direita, Baconzeetos é de esquerda e Doritos é tucano. Ploc e Ping-Pong são de esquerda, Bubaloo é de direita.
    Broxada é de esquerda. Ejaculação precoce é de direita. Cunilingus: esquerda. Fellatio: direita. Mulher de quatro: direita. Mulher por cima: esquerda. Homem é de direita, mulher é de esquerda.
    Vogais são de esquerda, consoantes, de direita. Se A, E e O estiverem tomando uma cerveja e X, K e Y chegarem no bar, pode até sair briga.
    “Eu gostava mais no começo” é de esquerda. “Não vejo a hora de sair o próximo” é de direita.
    Dia é de direita, noite é de esquerda. Sol é de direita, lua é de esquerda. Planície é de direita, montanha é de esquerda. Terra é de direita, água é de esquerda. Círculo é de esquerda, quadrado é de direita. “É genético” é de direita. “É comportamental” é de esquerda. Aproveita é de esquerda. Joga fora e compra outro, de direita. Onda é de direita, partícula é de esquerda. Molécula é de esquerda, átomo é de direita. Elétron é de esquerda, próton é de direita.
    To be continued (para os de direita); Under construction (para os de esquerda).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Álvaro Junqueira é parte da escória. hahaha
      Maikon K

      Excluir
    2. Álvaro, que patético você foi agora. (como sempre é, diga-se de passagem) O Prata é meu cronista preferido da atualidade. Acompanhe um pouco mais o autor e vai ver quais são as ideias presentes nos textos do cara.

      Excluir
    3. Nossa, perdi meu tempo mesmo... Pensei que você iria entender que estava ridicularizando tanto o Prata quanto a sua ferrugem...

      Excluir
    4. O Junqueira é o tipo de cara que, quando viaja de avião, precisa de duas passagens: uma para ele e outra para o ego. É muito mala para tão pouca bagagem. Max

      Excluir
    5. Sobrepôs com maestria o fraco e infantil artigo do Felipe!

      Excluir
  25. Como esse pessoal do "1%" gosta de fazer barulho. Max

    ResponderExcluir
  26. Entre os inúmeros problemas do autor, que já inicia-se pela própria negação de seu nome, destaca-se a absoluta falta de auto-conhecimento. Se o Felipe soubesse como ele está longe da verdade, ele talvez tivesse algum futuro.

    Sempre haverão acéfalos para encorajarem um alucinado a propalar suas alucinações, mas na hora "H" o alucinado padecerá sozinho.

    "O maior inimigo do conhecimento não é a ignorância, e sim a ilusão da verdade" Stephen Hawking

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Negação do meu nome? Tem algum que alguém não saiba? Mais de 98% dos meus conhecidos conhecem os meus três nomes. Você, inclusive, sabe. No entanto, eu escolhi dois para assinar meus textos. Qual é a negação? Chega a ser bizarro um anônimo dizer isso.

      Ah, se tu soubesse que a verdade não existe...

      Excluir
  27. A única coisa que eu vejo de errado no Felipe é que ele perde muito tempo desafiando pessoas cuja cultura é tão profunda quanto um pires. PASSARINHO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Passarinho e' o próprio Felipe disfarçado.

      Excluir
  28. O autor pede algo que nem ele mesmo sabe precisar. Primeiro, ele teria que dizer aos leitores qual seu conceito de esquerda e direita (por favor, não me venha com historinha da época da Rev. Francesa). Refere-se à situação x oposição; socialismo x capitalismo; social- democracia x liberalismo?? Dê as suas bases de argumentação que fica muito mais fácil responder ao pseudo-desafio. Aliás, sugiro que você treine mais redação, a qualidade do seu texto é sofrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, o cara fugiu da escola.

      Excluir
  29. É Felipe, fiquei também esperando boas ideias da direita, mas pelo jeito não vai rolar, só o mesmo dicursozinho reacionário de sempre... seguimos, pois...

    ResponderExcluir
  30. Já que é para fazer uma simplificação grosseira e uma divisão maniqueísta do mundo: heróis e vilões, proponho que o autor leia e decida qual a melhor obra econômica dos maiores representantes da direita e da esquerda.

    DIREITA: Adam Smith e a "Riqueza das Nações".
    ESQUERDA: Karl Marx e "O Capital"

    O primeiro livro definiu o mundo e ajudou a moldar as sociedades capitalistas modernas. Conceitos como divisão de trabalho, produtividade e meritocracia estão lá.
    O segundo criou uma distorção política com graves consequências políticas e sociais mundo a fora. Conceitos como a ditadura do proletariado, propriedade comum e outras bobagens estão lá.

    Independentemente da ideologia, acredito que não exista uma fórmula perfeita, uma panacéia que resolva todos os males. O que devemos é extrair o melhor do dois mundos, criando uma social democracia onde seja respeitado o mérito e a propriedade individual mas sem deixar de preservar o meio-ambiente e criando um cenário de igualdade social com redes de proteção aos menos favorecidos. Um "estado do bem-estar" por assim dizer.

    E, o principal de tudo, uma sociedade que extirpe a corrupção, que é o que levou a todos os problemas enfrentados nos governos, tanto de direita quanto de esquerda mundo à fora.

    Mas isso é difícil e exige uma sociedade crítica e atuante, um judiciário independente e ágil e uma imprensa livre e propositiva, que estimule o debate e não simplesmente rotule as idéias divergentes como retrógadas e reacionárias só porque são diferentes da sua visão estreita e limitada do mundo.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem