sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Aécio “Hiroo Onoda” Neves

POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO

O leitor e a leitora já ouviram falar de Hiroo Onoda? Foi um soldado japonês que permaneceu em luta por 29 anos, nas Filipinas, sem saber que a guerra tinha acabado. O homem foi avisado sobre o fim do conflito, mas estava tão tomado pelo delírio guerreiro que não acreditou em ninguém. Só depois de três décadas o governo nipônico teve conhecimento do caso e foi resgatar o seu soldado. Por que relembrar essa história?

É que Aécio Neves faz lembrar Hiroo Onoda. Todo mundo sabe que as eleições para a presidência da República já são coisa do passado, mas o ex-candidato (que, aparentemente, não se considera “ex”) continua na disputa. E com uma marca de marketing muito interessante, resumida pela frase: “a derrota subiu à cabeça”. Dia sim e dia também o homem aparece nos meios de comunicação como se ainda estivesse em campanha.

Nos raros momentos que recupera a lucidez, Aécio Neves admite a derrota. Mas com uma “vibe” estranha. Dia desses atirou-se aos adversários, chamando-os de “organização criminosa”. O senador não está a ver bem: ele foi derrotado por 54.501.118 brasileiros. E duvido que sejam todos petistas. Aliás, é temerário dizer que todas essas pessoas pertencem a uma organização criminosa. Você, que votou em Dilma Rousseff, se considera um bandido?

É provável que a coisa acabe em águas de bacalhau, mas segundo notícias divulgadas pela imprensa, a direção do Partido dos Trabalhadores vai processar o “ex”-candidato por causa dessa declaração pouco inteligente. Aliás, essa ação abre portas até para o cidadão comum que votou em Dilma Rousseff e agora está a ser chamado criminoso. O pior é que há atoleimados nas redes sociais - os de sempre - a adotar esse discurso de criminalização dos opositores.

Qual é problema mais sério? É que Aécio Neves, sob o argumento de representar a voz dos indignados, parece ter caído nos braços da extrema direita chazista (uma espécie de Tea Party tupiniquim). É mau. Essa gente aposta tudo na estratégia de dividir o Brasil em 54 milhões de bandidos e 51 milhões de gente do bem, na tentativa de criar um clima hostil, quase de guerra civil.

Embalado pelos sons dessa direita furiosa, que aposta tudo numa política de terra queimada, Aécio Neves cambaleia pela história como um Hiroo Onoda da política. Vive num labirinto temporal. E quando os líderes políticos padecem de enfermidades cognitivas, só resta torcer para que o povo seja sereno.


É como diz o velho deitado: “chato é um cara que não muda de ideia, mas também não muda de assunto”.

7 comentários:

  1. Eduardo, Joinville5 de dezembro de 2014 10:42

    As eleições são coisa do passado, mas a forma como a presidente e seu partido conduziu a eleição ficará na memória do povo brasileiro como a mais suja campanha já feita no país. Mais suja até do que aquela de 1989 entre Collor e Lula que os esquerdistas insistem em lembrar Hiroo Onoda.

    Aécio Neves faz o papel que lhe cabe como oposicionista: jogar na cara do governo (e de quem apostou seu voto) as mentiras contatas por Dilma no pleito eleitoral.

    A propósito, Baço, levaste mais uma rasteira do PT (os esquerdistas adoram isso!), a primeira foi com Lula em 2002, quando sabiamente jogou seu plano de governo no lugar que merecia: na lata do lixo. Hoje, cansada de brincar de economista, frustrada por falir mais uma “loja 1,99” e lembrada pelos disparates cometidos enquanto ministra, Dilma teve que escolher entre as mentes “tucanas” de Meirelles e Levy para o ministério mais importante e torcer para que se seu governo mantenha um pingo da credibilidade perdida nos últimos doze anos.

    Dilma mostrou ser o que todos já sabiam (até os esquerdistas), uma mentirosa, centralista, confusa e incapaz. Vai governar por decreto. A esquerda é perdedora até quando vence.

    ResponderExcluir
  2. Desculpa se não respondo, Eduardo. Como tu dizes, levei uma rasteira e estou estatelado no chão, o que me impede de argumentar.

    ResponderExcluir
  3. Realmente esta eleição foi a mais suja da história. A oposição criticou e ridicularizou durante anos o bolsa-família, o Mais-Médicos, a usina de Belo Monte, as cotas, a transposição do São Francisco, a politica econômica, tudo que o PT criou e implementou. E na hora dos votos, sabendo que a grande maioria do povo apoia e defende disto, mudou subitamente de posição, apropriando-se de tudo e ainda estufando o peito e dizendo que o pai da criança eram eles. Da mesma forma que soltavam Vejas na véspera sobre o filho, a filha, a esposa e a amante do Lula, nesta vez associaram, julgaram e condenaram eles por corrupção ativa sem um milimetro qualquer de provas. Até o eventual denunciante desmentiu um dia após as eleições. Com certeza vai ficar marcada como a mais rasteira e suja eleição que esta oposição sem propostas, sem projetos e sem vergonha na cara tentou levar. E pelo jeito até 2018 vão viver de falas do Lobão, de bipolaridades do Aécio e de marchas da família...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mantenha um pingo de dignidade, Manoel. Faça como a maioria: se abstenha.

      Excluir
    2. Manoel, até o mais esquerdista sabe que você está delirando. As eleições foram meses atrás... lembre-se!

      Antonio, Jlle

      Excluir
  4. “chato é um cara que não muda de ideia, mas também não muda de assunto”.
    Puxa ! Não podias ter sido tão certeiro.
    Essa ladainha de que quem critica a roubalheira automaticamente esta criticando o PT é coisa de quem esta bitolado e vestindo a carapuça.
    Mude o disco, meu!
    Esse negócio de que na familia da gente não tem puta nem ladrão não cola.
    Aécio, Dilma, Lula, Alibabá .......... eu e você ......... já acertamos muito .... já erramos muito ..... fizemos o bem .... fizemos cagada.
    Pois é ..... quem faz cagada, tem que ser punido.
    Vc me acusa de ser antiPT , o que me parece um raciocínio muito pobre e simplista.
    Nunca escondi que repudio a forma como a Dilma conduz a Nação ..... posso estar errado. Talvez o país esteja uma maravilha e eu não entenda isso. Não gosto da Dilma, não gosto de futebol e não gosto de brócolis .... fazer o quê? Há quem goste.
    O Aécio é tão sujo quanto pode. O serra também. O FHC... putz quanto mais transparencia e mais informação mais sujeira vai aparecer. O fato é que abordagens extremistas como a sua a dilma é santa ... o PT é imaculado e o resto é lama ... soa um pouco fantasioso.
    Mesmo não gostando dela, a Dilma agora é a minha presidente e ao invés de ficar torcendo pra ela se fuder, torço para que ela nos (me) surpreenda e faça uma boa administração. Isso passa obrigatóriamente por uma faxina .. que ela pode optar por fazer ou não. Ou vc acha que não é necessario? que não devemos apurar nada?Não só da ultima gestão, não ... De todas ... de todo o patrásmente.
    Pára com esse mimimi ........... roubo é roubo. Não tem partido. Não tem tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me conformo! 16 anos de PT?

      E o pior, com esta senhora despreparada? Não, ela nunca foi e nunca será minha presidente.

      Excluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem