terça-feira, 11 de setembro de 2018

Quem nasceu para Bolsonaro sequer chega a Trump

POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO
Deve ter sido o britânico “The Guardian” o primeiro a chamar Jair Bolsonaro de “Trump dos Trópicos”. E agora tem muita gente aí pelo mundo a usar a denominação. É um erro. As diferenças começam numa evidência. Os dois são grandessíssimas cavalgaduras, mas não são vinho da mesma pipa. Trump é um idiota, mas pelo menos sabe fazer dinheiro e é milionário. Bolsonaro, ao contrário, é um cara que sempre viveu às custas do dinheiro público. 

Não duvido que Jair Bolsonaro goste da comparação, mas duvido que Donald Trump fique feliz. É a velha história do primo pobre e do primo rico. Historicamente os EUA mandam e desmandam no Brasil e, portanto, um Bolsonaro presidente seria apenas vassalo de Trump. Aliás, já é. Quem não lembra de um ridículo Bolsonaro a fazer continência para a bandeira norte-americana? Ou de quando ele disse que o melhor era entregar a Amazônia para uma nação estrangeira?

Lanço um desafio ao leitor e à leitora. Responda a pergunta: entre Trump e Bolsonaro, quem é o maior fascista? Não tenho dúvidas de que a maioria das pessoas com dois dedinhos de testa não titubearia em apostar no brasileiro. Trump é um doidivanas, mas nunca foi visto a homenagear um psicopata torturador como o execrável Brilhante Ustra, acusado, entre outras coisas, de torturar mulheres na frente dos filhos.

Mas em termos práticos, qual é o maior fator de separação entre os dois? É a sociedade. A democracia norte-americana é sólida e tem regras que impõem limites ao seu presidente. As ações provenientes da Casa Branca estão sob constante escrutínio. O Brasil nunca teve uma cultura democrática e a coisa facilmente vira a casa da Mãe Joana. Aliás, um país onde sequer os juízes respeitam a Constituição está fadado a estar sempre na rabeira da história.

A sociedade tem que ser melhor que o indivíduo. Ou seja, a sociedade norte-americana (em que pesem os rednecks que votam nos republicanos) é mais evoluída que Donald Trump e tem mecanismos de defesa. Nem é preciso ir muito longe. É só lembrar o texto de Op-Ed, publicado semana passada no “NY Times”, em que um funcionário da Casa Branca afirma haver ações de resistência interna para impedir que o presidente tome decisões estapafúrdias.

No Brasil o buraco é mais em baixo. Qualquer pessoa mais inteligente que um símio sente arrepios ao imaginar Jair Bolsonaro como presidente. O homem é um inútil. Tem evidentes limitações intelectuais. Não possui cultura suficiente para ler o mundo. Vive perdido em paranoias solipsistas. É claro que a ideia de vê-lo no Planalto assume proporções de um filme de terror. Porque todos sabemos que a sociedade brasileira não tem mecanismos de defesa.

É a dança da chuva.



41 comentários:

  1. Desafio aceito.
    Nem Trump, nem Bolsonaro são fascistas.
    Fascismo não é palavrão, Baço, tipo: “bobo”, “feio”, “malvadão”. Fascismo é método! Ideologia! E de ideologia essa esquerda burra latino-americana conhece bem, ou não.

    Tem uma figura triste que representa bem essa esquerda carcomida, odiosa, blasé: é uma candidata do PT ao governo do RJ que, no alto dos seus 1%, sai por aí apontando tudo e a todos que pensam diferente dela de “fascistas”. Inclusive ela lançou um livro intitulado “como conversar com um fascista”. Ela, que é “filósofa”, tem propriedade, afinal ela se encontra com uma fascista todos os dias diante do espelho.
    Pra quem não entendeu: o fascista é justamente aquele que na multidão que aponta para os outros chamando-os de fascistas.

    De fato a democracia norte-americana é sólida. A nossa está se consolidando cada vez mais.
    Sim, a democracia brasileira se consolida a cada dia. Afinal, desde 1988, quando da Constituição, tivemos dois impedimentos DENTRO DOS TRÂMITES CONSTITUCIONAIS. Ou as leis que regem a Constituição só funcionam quando beneficiam o meu candidato, o meu partido, a minha ideologia? Funcionou para Fernando Collor, mas não para Dilma? Estranho os esquerdistas reclamarem de uma suposta falta de democracia, justo eles, dispostos a difamar instituições e até a nação mundo à fora para colocar no poder (vejam só!) alguém que foi condenado por corrupção em primeira, segunda e terceira instância.

    Mas não para por aí. Democracias consolidadas tê todas as matizes políticas ideológicas. A direita só está presente em democracias consolidadas, e a até ultra-direita. Vejamos os casos da França, da Holanda, da Alemanha e, mais recentemente, da Suécia (o país que os esquerdistas sem vergonhosamente chamam de “socialista”). Pois bem, depois de tantos desmandos, de tanta corrupção, até que enfim a direita, vítima do maniqueísmo bananeiro da esquerda latino-americana, está voltando ao poder. E vai se consolidar em prol da democracia brasileira. Chega de ditadura travestida de democracia esquerdista, afinal, democracia pressupõe LIBERDADE.

    Sobre os eleitores de Bolsonaro, segundo as pesquisas (até da Data Foice!), a maioria é formada por brasileiros com nível de ensino superior. Quem vota no PT é o ignorante, o pouco instruído, o desinformado, quando não mau caráter.

    Enfim, acho que Trump e Bolsonaro são distintos em vários assuntos, mas numa coisa eles podem ser bem parecidos: no crescimento da produção industrial, do emprego e da credibilidade de investimentos.

    A esquerda mundial está pol-vo-ro-sa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estavas a ir bem. Até pensei responder. Mas quando li isto, danou: "Sobre os eleitores de Bolsonaro, segundo as pesquisas (até da Data Foice!), a maioria é formada por brasileiros com nível de ensino superior. Quem vota no PT é o ignorante, o pouco instruído, o desinformado, quando não mau caráter". Continua tentando.

      Excluir
    2. Não faz assim com o jornalismo de esquerda anônimo,pois coitados eles estão em polvorosa, vão perder a boquinha do jornalismo chapa branca.
      Mas inocência minha não existe esse tal jornalismo chapa branca, isso é teoria da conspiração. O baço só quer nos iluminar com sua civilidade europeia, e mostrar como este continente iluminado consegui via progressismo sair da barbárie, não há mau caratismo quanta ingenuidade.
      Já que vc falou em filosofa anônimo também quero citar outra que diz que odeia a classe média, mas perdoa ela pois é ódio do bem. Assim como perdoe Eric Hobsbawm por achar que os holocausto soviético estaria justificado se a utopia, desse certa. Que é 20 milhões de mortos para um mundo lindo e perfeito!!!

      Excluir
    3. O gajo vai do jornalismo de esquerda à civilidade europeia, passando por um julgamento de caráter, até terminar em Hobsbawm. Não entendi nadinha, mas deve ser algo intelectualmente superior.

      Excluir
    4. Melhor mesmo não entender vai que lhe causa um dissonância cognitiva. Ademais meu comentário foi em cima do comentário do anônimo acima.

      Excluir
    5. PERNÓSTICO (em especial na número 3)
      Que o quem mostra excessiva confiança ou orgulho exagerado em si próprio. = PEDANTE, PRESUMIDO.
      2. Que ou o quem responde ou recalcitra, quando censurado.
      3. Que ou quem gosta de usar palavras ou expressões difíceis ou pouco usuais e cujo significado, geralmente, não conhece bem.

      Excluir
    6. Se é pra citar vamos lá.
      Argumentum Ad Hominem
      Falácia ad Hominem ou contra a pessoa ocorre quando alguém ataca ou lança em descrédito uma pessoa com o objectivo de mostrar que as suas afirmações são falsas.

      X afirma B. X é uma pessoa desacreditada. Logo, B é falso.
      Exemplo:

      Fulano afirma que vai ajudar Beltrano a realizar determinada tarefa. Fulano é mal educado e preguiçoso. Logo, não vai ajudar Beltrano.

      O argumento ad Hominem é de natureza refutativa e concretiza-se em estratégias como, por exemplo:

      - Lançar suspeitas quanto aos verdadeiros motivos das pessoas.
      - Lançar a dúvida quanto à inteligência e conhecimentos da pessoa.
      - Etc.

      Ver falácias lógicas
      Editado por Alda Martins

      Aditamento por (OBraga)

      Exemplo comum de ataque ad Hominem:

      O João afirmou que 1 + 1 = 2
      O João é mau aluno a matemática, é feio e tem os pés enormes;
      Logo, o João não pode ter razão quando diz que 1 + 1 = 2

      Ao invés de gastar seu tempo mostrando, o erro do uso das minhas palavras. Apenas usa o argumento ad hominem me classificando como pernostico.

      Excluir
    7. Podes dizer o que queres. Vais continuar a ser pernóstico.

      Excluir
    8. Estou a pensar que as piadas que fazemos aqui dos portugueses tem lá sua razão de ser, só pode.
      Me chamas de pernostico pela segunda vez, como um claro ad hominem. Mas mostrar onde errei em meus conceitos pra mostrar seu brilhantismo nada feito. Assim é fácil pregar sua ideologia , e viver se esqueirando em suas falácias.
      Como diz o anônimo a esquerda agoniza.

      Excluir
    9. Vou dar um conselho (aproveita que em outros lugares eu sou pago para passar estas informações). Usa o método KISS. É um acrônimo do marketing que significa "keep it simple, stupid". É complicado ser simples, mas é melhor.

      Excluir
  2. Mudando um pouco de assunto...

    Beto Richa, ex-governador do Paraná, do PSDB foi preso.

    Eu vou a-go-ra para Curitiba, na sede da PF, gritar “libertem Beto Richa, seus golpistas!”

    Em tempo, estamos preparando também uma representação junto à ONU, no puxadinho chamado “comitê dos direitos dos manos”, para que ele im-pe-ça que essa in-jus-ti-ça seja feita contra o nosso futuro senador.

    ResponderExcluir
  3. Baço, relaxa. Eu até estava preocupado com o Bolsonaro, mas depois desta ultima pesquisa onde ele perde pra todos no segundo turno, até de Marina Silva, me sinto mais aliviado.

    Bolsonaro irá superar o chuchu Alkimin que em 2006, conseguiu a façanha de receber 2,4 milhões de votos a menos que o primeiro turno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Palpite: Bolsonaro vai ser a surpresa nestas eleições. Mas para baixo...

      Excluir
    2. Só pra lembrar ao anônimo das 10:56 que a pesquisa foi feita pela Data Foice. Aguardemos outras pesquisas...

      Essa é aquela que colocou Lula, Moro, Joaquim Barbosa, Caldeirão do Hulk, Mulher Maravilha, Peter Pan e Wally nas últimas pesquisas, lembram?
      Não tem credibilidade alguma.

      Excluir
    3. Anônimo 12:32, que alívio agora!!! Se a pesquisa não tem credibilidade, esta liderança do Bolsonaro não representa nada.

      Obrigado pela informação.

      Excluir
    4. Credibilidade tem um anônimo em um blog da internet...

      Excluir
    5. Comprovado, datafoice é fake pesquisa.

      Excluir
  4. Vive do dinheiro público tipo o Clovis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No meu caso, se trata de um bom investimento do dinheiro público: um dia do meu trabalho faz mais diferença que toda sua vidinha medíocre. Você sabe disso, aliás, tanto que tem vergonha de mostrar a cara.

      Excluir
    2. Funcionário público de "treta" com anônimo, em blog esquerdista em pleno horário de expediente! Sim, belo investimento do dinheiro público!

      Excluir
    3. O blog não é teu?
      Pq não bloqueia comentário anônimo, choraozinho?
      E vai logo trabalhar que tô pagando.

      Excluir
    4. Porque este comentário está no meu texto. E quem libera sou eu.

      Excluir
  5. Resposta: fascista é o esquerdista de merda que tentou matar o candidato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ná... acho que esse é só maluco mesmo.

      Excluir
    2. O desempregado com cartão de crédito internacional. Veremos.

      Excluir
    3. Noticia do Antagonista. Veremos.

      Excluir
    4. Só um maluco mesmo! Claro! E eu acredito em unicórnio cor de rosa. Tipo tem fucinho de porco, pé de porco, rabo de porco , deve ser uma feijoada.

      Excluir
  6. E se não tivesse o Ustra e fosse implantado o comunismo no Brasil? Nao teria internet e o mini mini blogzinho mortadela nao existiria. Mini.

    Mini.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui em Portugal "mini" é cerveja. Tens um fã aqui...

      Excluir
  7. "Quem nasceu para Bolsonaro sequer chega a Trump" (Pacheco)

    "Quem nasceu para Ronald Biggs sequer chega a Lula" (HGW XX/7)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é!... você fez uma comparação entre dois personagens polêmicos da extrema direita e eu fiz minha comparação entre dois notórios ladrões!

      Excluir
    2. Eu não achei. Segui, simplesmente a tua lógica!

      Excluir
    3. Todos os anônimos daqui seguem os teus textos!... feito moscas!

      Excluir
    4. Pior é que não leem os meus textos. Como sabem que eu libero os comentários, apenas aproveitam para fazer e refazer os mesmos comentários. Se não comentassem aqui, ninguém daria a mínima.

      Excluir
    5. Kkkkkkk... sério isso?
      Quem vai explicar?... tô fora!

      Excluir
  8. Vale uma visitada: https://www.youtube.com/watch?v=7T3sHqUjHtU&feature=youtu.be

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem