quarta-feira, 9 de maio de 2018

"O Processo", filme sobre destituição de Dilma Rousseff, ganha prêmios em Portugal

POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO
O filme “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, conquistou dois prêmios no IndieLisboa, um dos mais importantes festivais de cinema de Portugal, realizado entre  26 de abril e 6 de maio. O documentário, que mostra os fatos desde a crise política iniciada em 2013 até ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em 2016, conquistou o Prêmio Silvestre, um dos mais importantes, e o Júri do Público para longa-metragem.

O júri do Prêmio Silvestre afirma que o filme foi escolhido pela singularidade e por uma linguagem cinematográfica que permite, ao espectador, fazer as suas próprias observações. “Pela sua montagem aberta, que é fluente e elegante. Um drama político contado através da narrativa clássica sem cair no classicismo gramatical e formal”, explica a organização do festival.

Os portugueses consideram ‘O Processo’ “um filme sobre a política brasileira que também mostra o processo universal de deslegitimação das instituições republicanas e lança uma nova luz sobre os perigos que ameaçam a democracia contemporânea”.

O fato de ter sido escolhido pelo júri popular tem óbvia relação com fatores estéticos e de narrativa. No entanto, também permite extrapolar para uma leitura política. A receptividade ao filme tem sido boa porque o mundo – e em especial a Europa – já percebeu que a ex-presidente foi vítima de um golpe parlamentar e não acredita nas instituições brasileiras.



24 comentários:

  1. Baço, o real "Pacheco" de Eça de Queiroz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa... um literato. Mas já que gostas de referências literárias, recomendo o Miguilim.

      Excluir
  2. Nossa, que premiação importante.
    Prêmio silvestre = 1500 euros
    Prêmio júri popular = 2000 euros
    Já dá pra comprar as passagens pra receber. Hospedagem e demais gastos vão ter que contar com a boa e velha propina que o PT domina como ninguém. Parabéns pra bandidagem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, um crítico de cinema que analisa o valor dos prêmios pelo valor do dinheiro. Então diz lá, ó inteligentão, qual é o prêmio de um filme que ganha o Oscar...

      Excluir
    2. Felizmente não há esse risco.
      Parabéns pela esmolinha!

      Excluir
    3. Ora, eis uma pessoa que tem orgulho da própria ignorância.

      Excluir
    4. diz o PETISTA.

      Excluir
    5. Sabes que eu moro na Europa, certo? E que aqui não tem PT, certo? Então pensa...

      Excluir
    6. Se preferir, troca a palavra por esquerdista.

      Ah, e parabéns pelo sucesso do blog. kkkkkk

      Excluir
  3. Uma premiação que ninguém nunca ouviu falar e um filme que ninguém assistiu. Mas para o Baço o Mundo todo sabe do "gólpi" contra a Janete!! Tem como ser mais patético Baço??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que tem. Não achas patético passar a vida a comentar um blog do qual não gostas, sem usar uma única ideia e apenas a repetir asnices? Véi, tu ultrapassas o conceito de patético com larga folga.

      Excluir
    2. Bloqueia comentários anônimos Baço. 1, 2, 3 e já.

      Excluir
    3. Não bloqueio. Os caras são doentes mentais que precisam de tratamento. Mas sem o SUS, os comentários servem como paliativo: eles sentem que estão vivos, apesar de continuarem desenganados.

      Excluir
  4. 1 - “Indie” = comunista

    2 - desconhecem a verdadeira biografia da “Janete”.

    3 - espere o portugueses ouvirem o que a estocadora de ventos tem a dizer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diz o cara cujo horizonte intelectual está circunscrito entre Garuva e Barra Velha...

      Excluir

  5. Muito cultural. Antonio Gramsci curtiu!
    “Uma mentira contata mil vezes torna-se realidade!”
    Ops. Essa frase é do Joseph Goebbels… Foi mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É divertido como virou moda citar Gramsci. E por gente que nunca leu a porra de um livro. Nem de Gramsci, nem qualquer outro...

      Excluir
  6. "O júri do Prêmio Silvestre afirma que o filme foi escolhido pela singularidade e por uma linguagem cinematográfica que permite, ao espectador, fazer as suas próprias observações".
    Se o jurado afirma que uma narrativa que defende um único ponto de vista e que omite boa parte dos fatos permite a quem assiste tirar suas próprias conclusões, então é possível inferir o nível do festival.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Véi, já ganhaste um prêmio internacional do que quer que seja? Não? Então vai dormir e não enche o saco.

      Excluir
  7. Sérgio Moro foi homenageado ontem, em Nova York, pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos como a personalidade do ano. Merecidíssimo. Já deveria ter recebido esta homenagem há tempos. #parabensMoro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Câmara do Comércio? Ah... deixa ver o que ele vendeu (ou ajudou a vender) para os Estados Unidos. Ops!

      Excluir
  8. Baço...passei aqui só pra lembrar que o Lula ainda está na cadeia tá. Só que tenho uma boa notícia: Dirceu está indo pra lá também. kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por lembrar. Aliás, parece que não consegues me esquecer. Que paixão essa, hem?!?!?!?!

      Excluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem